Os 7 animais mais resistentes ao frio russo (FOTOS)

Esses cães e cavalos fofinhos não têm medo de invernos rigorosos. Conheça os animais polares que estão em casa mesmo quando faz 60 graus Celsius negativos!
  1. Urso polar

Ao contrário dos ursos pardos, as raças polares dificilmente hibernam (à exceção de fêmeas durante a gravidez) porque não têm problemas para caçar e encontrar comida no inverno. Um urso polar pode nadar até 80 quilômetros nas águas geladas do mar sem pausa. Eles se mantêm aquecidos durante as geadas do Ártico graças à estrutura de sua pele, que funciona como uma espécie de garrafa térmica. No verão, o pelo branco do urso polar o ajuda a absorver mais luz solar.

  1. Morsa

As enormes morsas-dente-de-sabre, que vivem em Tchukotka e Kamtchátka, gostam de se deitar em mantos de gelo no meio do oceano frio. Elas ficam tão confortáveis ​​que parecem turistas em uma praia na ensolarada do Caribe. Na Rússia, os entusiastas da natação em água gelada também são apelidados de "morsas". As morsas têm até 10 centímetros de gordura subcutânea, o que as mantém tão aquecidas que podem até dormir na água. Elas precisam de seu dente de sabre para se mover e se proteger de outros predadores, como ursos polares e baleias.

  1. Foca-anelada

É difícil de acreditar, mas esta foca fofinha é uma das criaturas mais resistentes ao gelo do mundo. Esta espécie vive no Oceano Ártico, mas tem parentes também em locais “mais quentes”, como o Mar Báltico e o Lago Ladoga. A foca-anelada passa a maior parte da vida em águas geladas (ela pode prender a respiração por mais de 10 minutos), descansando de vez em quando em um bloco de gelo. Eles não congelam graças aos 15 centímetros de gordura subcutânea.

  1. Cavalo da Iakútia

Esta raça exclusiva de cavalos vive apenas na Iakútia e pode ficar (e dormir) ao ar livre mesmo nos invernos mais extremos graças a seu pelo espesso. Os cientistas acreditam que a raça seja descendente direta de antigos cavalos que vieram da Ásia e depois se adaptaram ao ambiente, mais hostil, e mudaram de aparência no processo. O cavalo da Iakútia tem apenas 140 a 145 centímetros de altura e pesa cerca de meia tonelada. Tem um temperamento amigável, calmo e curioso.

  1. Gado da Iakútia

A vaca da Iakútia é pequena (tem só 120 cm de altura) e muito peluda. A raça se adaptou aos invernos da Iakútia e até gosta da neve. No ano passado, um fazendeiro de Oimiakon, um dos lugares mais frios do planeta (onde faz em média 50 graus Celsius negativos no inverno), exibiu uma invenção feita para esses animais: um sutiã para vacas, projetado para economizar o leite. Eles ficam ao ar livre todo dia e só voltam para o galpão para dormir!

  1. Samoieda

Esta raça de cachorro é a melhor amiga dos povos indígenas do Extremo Norte há milhares de anos! Os povos samoieda confiavam neles para cuidar de seus filhos e também gostavam de dormir com eles graças ao seu pelo macio e quente. Os cães samoieda são muito ativos, amigáveis ​​e resistentes a invernos gélidos - na verdade, eles nem gostam de climas quentes. No verão, os samoieda gostam de cavar pequenos buracos e relaxar em solo fresco. Claro que esse hobby costuma irritar seus proprietários, especialmente quando eles moram em apartamento.

  1. Êider-edredão

Uma das coisas mais quentes do mundo é o edredão, a penugem deste pato do norte que habita áreas ao longo da costa ártica e da tundra. Os êider-edredão fazem ninhos com pedras e os aquecem com sua penugem, que eles mesmos arrancam. Essa penugem é o que permite que os patinhos filhotes sobrevivam ao frio e os humanos costumam colhê-la quando um êider sai de seu ninho.

Bônus:

Gatos siberianos

Para muitos gatos domésticos, a neve está longe de ser uma tragédia, embora eles não gostem de ficar ao ar livre por muito tempo no inverno. No entanto, os gatos siberianos são mais tolerantes a climas frios e podem ficar do lado de fora em temperaturas de 10 a 15 graus Celsius negativos. Basta dar uma olhada em seu exuberante pelo e para entender! Ainda assim, só porque eles aguentam ficar do lado de fora nas ruas frias, não significa que eles realmente prefiram isso a uma casa quentinha e aconchegante.

VEJA TAMBÉM: Zibelina resgatada por russa continua atraindo seguidores durante isolamento

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies