As 7 estradas mais pitorescas da Rússia

Se você gosta de meter o pé na estrada e está pronto para passar vários dias dirigindo, experimente estas estradas!

1. Tchuiski Trakt

Esta talvez seja a estrada mais famosa e bonita da Rússia e percorre a antiga Rota da Seda até a China. Ela começa em Novossibírsk e se estende por mil quilômetros através do Altai até a fronteira com a Mongólia. Acredita-se que a parte mais bonita e histórica se inicie na cidade de Bisk.

Ao longo da estrada, espere ver as mais impressionantes paisagens: montanhas, rios e lagos de uma incrível beleza. Recomendamos altamente que você faça um desvio de percurso para o lago Teletskoie, um dos mais bonitos e profundos da Rússia.

2. Petropavlovsk-Kamtchatski – Ust-Kamtchatsk

Se você chegou à península de Kamtchátka, já pode se considerar sortudo. Mas se você puder explorar o Kamtchátka de carro, poderá experimentar essa terra remota em toda sua glória.

Esta estrada de 1.030 quilômetros atravessa um terço da Península do Kamtchátka. A melhor época para viajar para lá é no verão ou no início do outono. Dessa maneira, você pode aproveitar todo o impacto das cores locais: florestas de coníferas verde-escuras, vulcões cobertos de neve e lagos incrivelmente azuis.

Esteja preparado para encontrar alguns companheiros de viagem inesperados no caminho - como ursos, por exemplo - e certifique-se de visitar a principal atração local: o Kliutchevskaya Sopka, o vulcão mais ativo do mundo.

3. Estrada de Sôtchi para Krásnaia Poliana

Uma nova estrada foi construída da cidade para a estação de esqui de Krásnia Poliana quando ocorreram os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 em Sôtchi. Ela foi descrita como um “milagre da engenharia”: 40 quilômetros do trajeto parecem percorrer o topo das montanhas. De lá, pode-se avistar a estrada antiga para as montanhas, uma trilha estreita que serpenteia ao longo dos despenhadeiros.

Os moradores locais e os taxistas ficaram contentes de não ter mais que usar a estrada antiga, mas os amantes do turismo extremo ainda podem sentir a adrenalina correr nas veias ao dirigir nesta bela serpentina.

  1. Estrada Militar da Geórgia

Esta rota histórica no Cáucaso cruza a fronteira russa com a Geórgia e liga a cidade de Vladikavkaz, capital da República Russa da Ossétia do Norte, a Tbilisi. A estrada atravessa desfiladeiros e pitorescos rios montanheses.

A estrada recebeu seu nome de influência militar no final do século 18 e início do 19, quando a Rússia assinou um tratado com o Reino Georgiano de Kartli-Kakheti, que se tornou parte do Império Russo, e um exército russo marchou pelo trajeto. Posteriormente, ela foi usada principalmente para fins comerciais. Na Ossétia, ela é chamada de Estrada do Desfiladeiro Celestial.

Observação importante: a rota é muito popular entre os turistas e, de maio a setembro, há engarrafamentos enormes na estrada, pois centenas de pessoas viajam por ali da Rússia para a Geórgia.

5. ‘Kola’: São Petersburgo – fronteira com a Noruega (R-21)

Esta autoestrada de alta velocidade no norte do país tem mais de 1,5 mil quilômetros. Parte dela fica além do Círculo Polar Ártico – há um marco desse limite nocional para informar quem transita por ali.

Dirigindo por essa estrada, pode-se admirar a Aurora Boreal e a incrível natureza setentrional: coníferas e montanhas rochosas. O trajeto percorre a pitoresca República da Carélia, as cidades de Petrozavôdsk e Múrmansk e termina na fronteira com a Noruega, na vila de Borissoglebski.

Se o tempo estiver bom, você pode desfrutar de uma vista linda ao longo das majestosas montanhas Khibini (liás, há uma estação de esqui na cidade de Kirovsk).

  1. Volgogrado – Elista, Elista – Stavropol (R-221, R-216)

Durante a maior parte do ano, este trajeto de 500 quilômetros não é nem um pouco interesse: há apenas estepes sem fim ao seu redor. Mas, no meio da primavera, as tulipas começam a florescer ali, transformando aquela paisagem cinza em uma linda paleta de cores.

Além disso, a rota passa por três regiões da Rússia: a de Volgogrado, a República da Calmíquia e Território de Stavropol. Em meados de abril, a Calmíquia realiza um festival de tulipas, já que é o único lugar na Rússia que tem tulipas selvagens crescendo em seu habitat natural. O festival também celebra os costumes e tradições do povo local (aliás, esta é uma das poucas regiões budistas da Rússia e também da Europa!).

  1. Rodovia Kolimá

A Rodovia Kolimá foi apelidada de “estrada construída sobre ossos”. Kolimá e Magadán abrigaram alguns dos piores campos de trabalhos forçados da Gulag da era Stálin. Dois mil quilômetros dessa estrada entre Iakútsk e Magadán foram construídas por prisioneiros, nas mais terríveis condições do extremo norte russo.

É melhor não tentar percorrer esta estrada sem guias experientes, especialmente no inverno, quando as temperaturas atingem os 60 graus Celsius negativos. Para se preparar, você pode assistir a um documentário de Iúri Dud sobre a estrada Kolimá e a história dos campos de trabalhos forçados:

LEIA TAMBÉM: Como alugar um carro na Rússia sem estresse

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies