Os 11 principais destinos da Rússia em diferentes estações do ano (FOTOS)

Red Square, Moscow.

Red Square, Moscow.

Kirill Zykov/Moskva Agency
Outono na Carélia, verão na Iakútia, inverno em Moscou, primavera em São Petersburgo... Confira os marcos russos mais populares nas mudanças sazonais.

1/ Praça Vermelha, Moscou

Festival de Música Militar Spasskaya Tower, no verão, e celebrações de Ano Novo, na Praça Vermelha

Parece um pouco clichê, mas a Praça Vermelha, no coração de Moscou, ainda é o destino mais popular da Rússia. E é realmente bonita em qualquer estação, não é? Na primavera, é possível encontrar desfiles e exposições de flores; no verão, há festas e feiras de livros; no outono, é hora de barracas com comidas deliciosas; e no inverno, a vira uma grande pista de gelo e o melhor lugar para celebrar o Ano Novo.

2/ Kremlin, Moscou

Vista do Kremlin na primavera e no inverno

Em sua longa história, o Kremlin de Moscou já foi de madeira, depois de pedra branca e, enfim, de pedras vermelhas; passou por incêndios e ataques, foi reconstruído e sempre se ergueu novamente. Dentro das muralhas do Kremlin, há diversos edifícios e pontos turísticos interessantes, incluindo o Sino Real e o Canhão do Tsar, além do gabinete da presidência russa. Quando estiver por lá, não deixe também de observar o Kremlin a partir do rio Moscou.

3/ Peterhof, São Petersburgo

Peterhof na primavera e no inverno

A residência do imperador Pedro, o Grande nos arredores de São Petersburgo costuma ser comparada ao famoso Palácio de Versalhes, na França. Aliás, Peterhof tem o maior sistema de fontes e cascatas do mundo. As mais surpreendentes são a cascata Montanha de Xadrez, a Fonte de Sansão e a Grande Cascata do palácio principal. A estação das fontes (quando estão ligadas) costuma durar da metade de maio a meados de setembro, com uma grande festa tanto na abertura como no encerramento.

4/ Praça do Palácio, São Petersburgo

Praça do Palácio vista do alto no inverno e no verão

Este é o ponto de partida de qualquer aventura em São Petersburgo: começando no Palácio de Inverno (que agora abriga o Museu Hermitage), a Coluna de Alexandre e o Arco do Triunfo. A apenas 1 minuto da praça, está a margem do rio Nevá, com sua vista pitoresca da Ilha Vassiliévski. A melhor época para visitar São Petersburgo é no início do verão, durante as Noites Brancas, mas é encantadora em qualquer época.

5/ Lago Baikal, região de Irkutsk, Buriátia

Verão e inverno no Baikal

Muitos russos costumam passar as férias de verão à beira do famigerado lago, mas seria uma pena perder a beleza do azul invernal do Baikal, o lago mais profundo do planeta. O gelo do Baikal é famoso por suas formas incríveis: imagine círculos brancos sobre a superfície azul transparente da água congelada. E essa camada de gelo é tão sólida que, durante inverno, são realizadas até corridas de velocidade.

6/ Ilha de Kiji, Carélia

Inverno e verão em Kizhi

Neste museu etnográfico ao ar livre à beira do lago Onega, no norte da Rússia, foram erguidos muitos edifícios de madeira nos séculos 17 e 19. O conjunto arquitetônico de Pogost de Kiji, que inclui a Igreja da Transfiguração, a Igreja da Virgem Santa e o Campanário, foi incluído na Lista de Patrimônio Mundial da UNESCO. Embora o museu funcione o ano todo, a maioria das visitas acontece no verão. Os invernos são severos na Carélia, e pode haver problemas de navegação no outono e na primavera.

7/ Pilares de Lena, Iakútia

Primavera e verão na Iakútia

Os guias turísticos dizem que os Pilares de Lena são um lugar que todos deveriam visitar pelo menos uma vez na vida. No parque nacional, também incluído na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO, tem-se uma vista fantástica dos penhascos, formados há 400 mil anos. A melhor época para admirá-los é do final de fevereiro até o início de março sobre o rio Lena congelado de carro, ou durante o verão de barco.

8/ Igreja da Intercessão da Virgem no Nerl, região de Vladímir

Inverno e início de outono

Para chegar a esse templo único de pedra branca, construído em meados do século 12, é preciso ultrapassar cerca de 1,5 km pela várzea alagadiça da vila de Bogoliubski (onde ficava a residência do duque Andrêi Bogoliubski). A igreja fica em uma colina feita pelos homens, na confluência dos rios Kliazma e Nerl. Reza a lenda que essa igreja foi fundada em memória de seu filho, Iziaslav, que morreu na batalha do Volga, na Bulgária. Além de muito iluminada, a igreja tem interior sofisticado.

9/ Solovki, região de Arkhanguelsk

Solovki no inverno e no verão

Solovki é um grupo de seis ilhas localizadas no mar Branco, no norte da Rússia. Este lugar é conhecido por já ter sido um dos mais famosos campos de trabalho forçado da Gulag, além de abrigar um antigo mosteiro ortodoxo. Fora tudo isso, os turistas visitam Solovki por sua bela natureza setentrional e seus labirintos místicos de pedra.

10/ Krasnáia Poliana, Sochi

Inverno e Verão

A cidade-sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi em 2014 é o resort favorito de todos os entusiastas de esportes de inverno na Rússia. A temporada de esqui dura do início de dezembro até o final de março. Mas há coisas interessantes para fazer durante todo o ano: caminhadas, ciclismo de montanha e diversos esportes radicais.

11/ Istmo da Curlândia, região de Kaliningrado

Outono e verão na região de Kaliningrado

O mais surpreendente deste parque é que em uma faixa estreita de terra (com menos de 4 km de largura), há uma grande variedade de áreas naturais. São dunas enormes, pinheiros misteriosos, prados ensolarados, e uma variedade de animais selvagens, incluindo raposas curiosas e lebres velozes – a natureza pacífica faz do Istmo da Curlândia, um dos parques nacionais mais atraentes da Rússia. Ao planejar a viagem, lembre-se de que os outonos e invernos do Báltico costumam ser chuvosos.

LEIA TAMBÉM: Qual é a melhor época para visitar cada cidade turística da Rússia?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies