Abrâmtsevo, o espaço favorito de artistas, escritores e patronos das artes na Rússia (FOTOS)

A casa de banhos em forma de “teremok”,  tipo tradicional de construção de madeira russa.

A casa de banhos em forma de “teremok”, tipo tradicional de construção de madeira russa.

Vadim Razumov
O fotógrafo Vadím Rázumov descreve como é impossível imaginar a cultura russa do século 20 sem a propriedade de Abrâmtsevo, e revela as glórias do local em fotos de tirar o fôlego.

Muitas propriedades rurais russas estão intimamente ligadas à cultura russa e hospedaram figuras renomadas do passado - poetas, músicos e artistas – que marcaram suas histórias.

Mas a própria cultura russa, em toda a sua profundidade e amplitude, talvez fosse impossível de existir não fossem algumas delas. Abrâmtsevo, na região de Moscou, é uma delas. Eis o porquê:

Uma vista excepcionalmente bela

Pode-se discutir longamente as razões de a próspera cena da arte e da poesia na Rússia pré-revolucionária girarem em torno desta propriedade. Mas a resposta é óbvia. Foi a extraordinária beleza do campo que atraiu tanto os famosos proprietários como artistas e escritores, que buscavam inspiração na paisagem local.

Vale a pena visitar Abrâmtsevo nem que seja apenas para ver um dos melhores exemplos de parques instaurados em propriedades rurais – ali, criado a partir da beleza natural da zona rural da região de Moscou.

A propriedade pertenceu a um dos patronos mais notáveis ​​das artes em toda a história da Rússia.

A história de Abrâmtsevo traça as origens do patrocínio artístico na Rússia. Tanto o florescimento da propriedade, como sua popularidade e a atividade do "Círculo Abrâmtsevo" (como você verá mais adiante) não teria acontecido sem a figura de Sávva Ivánovitch Mámontov.

Casa principal (no topo esquerdo, nos anos 1900; abaixo, na atualidade) e, à dir., Sávva Mámontov.

Este indivíduo notável reunia empreendedorismo com uma beneficência ilimitada. Um dos empresários mais ricos de sua era, ele entrou para sempre nos anais da história russa como um dos mais generosos patrocinadores das artes do país.

Foi graças a seu patrocínio e apoio financeiro puderam florescer os talentos de figuras lendárias como o cantor Fiódor Chaliápin, os artistas Víktor Vasnetsv e Valentín Seróv e muitos outros.

Sávva Mámontov fundou a Ópera Russa Privada de Moscou, concedeu apoio financeiro a diversas editoras, promoveu a construção da estação ferroviária de Hotel Metropol e Iaroslávski, em Moscou, patrocinou projetos educacionais e filantrópicos e alocava fundos regularmente para ajudar os setores mais desfavorecidos da sociedade. E ele fez tudo isso com enorme entusiasmo e sinceridade.

Gênios da literatura trabalharam em Abrâmtsevo

Retrato de Serguêi Aksákov por Ivan Kramskoi (1878).

Antes de Sávva Mámontov, Abrâmtsevo pertencia ao escritor russo Serguêi Timofêievitch Aksákov. A propriedade foi uma fonte inesgotável de inspiração para o autor. Além disso, Aksákov era amigo ​​de muitos poetas e autores russos conhecidos. Então, Nikolai Gógol, Ivan Turguênev, Fiódor Tiutchev, entre outros, se hospedaram em Abrâmtsevo.

Grandes artistas ficaram conhecidos mundo afora graças a Abrâmtsevo

Sávva Mámontov foi o fundador do chamado “Círculo Abrâmtsevo” de artistas. Muitas telas mundialmente famosas de Répin, Vasnetsóv, Seróv e outros foram pintadas ali.

Os artistas Iliá Répin, Vassíli Súrikov, Konstantin Korôvin, Valentín Seróv e Mark Antokolski em Abrâmtsevo. / Foto do Museu de História e Reconstrução de Moscou

Vale ressaltar que uma direção, no trabalho desses artistas, surgiu toda uma seção dedicada às paisagens da propriedade. Abrâmtsevo pode ser vista nas obras “No barco. Abrâmtsevo”, de Vassíli Polênov; “Aleia em Abrâmtsevo”, de Vasnetsóv, e “Abrâmtsevo”, de Répin, assim como em seu “Paisagem de Verão”, que todos os amantes da arte conhecem.

Vassíli Polênov. “No barco. Abramstevo” (1880).
Mikhaíl Nêsterov. “Visão para o jovem Bartolomeu” (1889-1890).
   Iliá Répin. “Abrâmtsevo” (1880).
Valentín Seróv. “Menina com pêssegos” (1887). A tela é, na verdade, um retrato da filha de Sávva Mámontov, Vera, e foi pintado em Abrâmtsevo.

Abrâmtsevo é exemplo de arquitetura sóbria com estilos peculiares

A propriedade de Abrâmtsevo também gera interesse nos amantes da arquitetura. A arquitetura ali encontrada é tanto típicas, como não convencional. A mansão principal, com sua acolhedora e caseira construção de madeira, delicia a vista com sua simplicidade refinada, enquanto é um deslumbre a qualquer visitante a “casa sobre pernas de galinha” (do conto infantil russo “Bába Iagá”) batizada de “Casa de banho de teremok” e “Estúdio”.

A “casa sobre pernas de galinha” foi inspirada em contos populares eslavos e construída em 1883, com projeto do artista Víktor Vasnetsóv (à esq., na década de 1900; à dir., nos dias atuais).

Mas a joia arquitetônica de Abrâmtsevo é a Igreja do Salvador, construída pelo arquiteto Pável Samárin seguindo os desenhos dos artistas Víktor Vasnetsóv e Vassíli Polênov. Toda branca, em um tamanho de miniatura e tão graciosa como uma casa de bonecas, ela foi projetada no estilo das antigas igrejas russas, mas com elementos modernos extravagantes. É um deleite até para quem não liga para arquitetura!

Igreja do Salvador.

Um dos primeiros “museus de propriedade rural" foi criado ali em Abrâmtsevo, após a Revolução de 1917.

Interior da casa principal.

Após a Revolução, a maioria das antigas propriedades da nobreza foi abandonada, saqueada ou destruída. Abrâmtsevo conseguiu escapar a tal destino. Apesar de ter sido nacionalizada em 1917, rla foi transformada em museu, e a primeira administradora da nova instituição foi a filha de Sávva Mámontov, Aleksandra.

A propriedade completou recentemente seu centenário e, nesse período, o museu histórico, artístico e literário de Abrâmtsevo tem sido um local fascinante, visitado por milhares de turistas.

LEIA TAMBÉM: 4 pintores daltônicos lendários nas artes russas

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies