Fotos registram trilhas de inverno no Parque Nacional de Taganai; confira

Caminhadas longas em solo íngreme, picos nevados e noites estreladas compõem um dos roteiros mais fascinantes para mochileiros na região de Tcheliabinsk.

Para conhecer o verdadeiro Taganai, é preciso ir pouco mais longe: pelo menos um dia de caminhada com uma mochila cheia nas costas, para onde a estrada termina em um rio pedregoso, e os pinheiros sobem pelas colinas.

Para a maioria das pessoas, Taganai – o parque nacional na região russa de Tcheliabinsk – significa, sobretudo, uma caminhada no campo. Existem trilhas bem definidas e pistas de esqui de diferentes distâncias e categorias.

De um lado do Alojamento Taganai, está o monte Kruglitsa.

A subida para a montanha de dois picos começa a partir das corredeiras de Chave Branca.

No inverno, algumas pessoas vêm esquiando a partir de Tcheliabinsk e Miass.

A Floresta de Taganai tornou-se o campo de treinamento de diversos montanhistas dos Urais; os novatos costumam treinar nas paredes de seus penhascos.

A estrutura do parque nacional e de suas cabanas turísticas foi criada de modo que os aventureiros possam deixar suas pesadas mochilas antes de partir para os cumes.

Os viajantes mais experientes não costumam se preocupar muito com alojamento. Para eles, o Taganai significa liberdade, pernoitar nos planaltos ao lado dos penhascos e noites estreladas ao redor da fogueira.

No entanto, há uma pousada que ganhou o respeito até mesmo dos mochileiros mais resistentes – a estação meteorológica do monte Taganai.

Essa estação meteorológica é a hospedaria mais popular os viajantes. Para chegar ali é preciso  fazer uma caminhada de 20 quilômetros – sendo 5 quilômetros de subida íngreme.

A trilha é basicamente formada por pedregulhos, golpeada por ventos fortes durante 250 dias do ano.

VEJA TAMBÉM: Como sobreviver ao inverno russo sem congelar! 

No meio dessa área aberta, está o edifício isolado da estação. Trata-se de uma encruzilhada onde se pode encontrar desde um explorador de cavernas de Tchukotka a um músico de São Petersburgo, ou um grupo de fotógrafos de Moscou.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies