Perdeu o desfile da Vitória em Moscou? Veja onde encontrar o aparato militar exibido no evento

Legion Media
Dos menores aos mais devastadores, equipamentos históricos estão espalhados por museus da capital e de São Petersburgo.

Moscou

Museu da Tecnologia Militar, no Parque Pobedy

A área do parque é um enorme memorial composto por 300 exemplares de tecnologia pesada da URSS e de seus aliados, bem como da Alemanha. O T-34 (o maior tanque da Segunda Guerra Mundial), aviões, canhões, obuses, armas antiaéreas e os destroços de um avião alemão acidentado estão em exposição na Colina Poklonnaia. Mas atenção: para ver todos os itens expostos, você precisará andar pelo menos oito quilômetros. É recomendável nesse caso pegar uma bicicleta ou scooter.

O parque também abriga o Museu Central da Grande Guerra Patriótica, com seis dioramas (da Batalha de Stalingrado à Batalha de Berlim) e diversos salões.

Um deles é o Salão da Memória e da Dor, feito de mármore vermelho e preto, com luz suave e o “Requiem” de Mozart tocando ao fundo.

Como chegar: siga as placas na estação de metrô Park Pobedy. Na entrada do parque há uma bilheteria, onde você pode obter um mapa com instruções. 

Museu do Tanque, em Kubinka

Este é o maior museu de tanques do mundo. Em uma área de 12 hectares, possui uma coleção que consiste em mais de 350 equipamentos de tecnologia de 14 países, incluindo Reino Unido, EUA e Japão. A coleção começou a tomar forma em 1944, quando os troféus de guerra passaram a ser ali exibidos. Hoje, todo o aparato é preservado em enormes pavilhões. O museu oferece a história completa da construção de tanques na Rússia, desde os primeiros modelos leves MS-1 até o moderno T-80.

Como chegar: Fica a cerca de uma hora de viagem de Moscou. Pegue o trem da estação Belorussky até a Kubinka, e depois pegue o ônibus nº 59 até Tankovy muzei (Museu dos Tanque). De lá, chame um táxi/uber ou espere ônibus gratuito para o museu, que funciona nos fins de semana ou feriados, de hora em hora. 

Museu da Aviação, em Monino

O Museu da Aviação também fica nos arredores de Moscou. Nele é possível acompanhar a história da aviação civil e militar na Rússia desde o início, em 1909: de gigantescos aviões soviéticos a pequenos helicópteros. Recentemente, o museu adquiriu o BOR-5, um protótipo reduzido do ônibus espacial Buran. As exposições são exibidas ao ar livre e abrangem dois hangares e seis salões.

Como chegar: Pegue o trem da estação ferroviária Yaroslavsky até a Monino, ou o ônibus nº 363 do terminal na estação Schelkovskaya até o último ponto. A viagem leva cerca de uma hora e 20 minutos.

Museu da Marinha

Este museu está localizado em um submarino a diesel de 90 metros, ancorado no Parque Severnoye Tushino. A exposição principal é o próprio submarino B-396.  Ande por suas cabines, inclusive de comando, veja como vivem os tripulantes de um submarino e confira também o compartimento de torpedos. Além disso, o museu tem um simulador para que os visitantes se sentam navegando no submarino em 3D.

Como chegar: 20 minutos a partir da estação de metrô Shodnenskaya

Museu Central das Forças Armadas

O edifício do museu está localizado na rua do Exército Soviético. São 24 salas com milhares de armas, roupas, pôsteres e fotografias. Os salões estão divididos de acordo com os períodos históricos: Exército Russo durante o Império; Primeira Guerra Mundial; Revolução de 1917; Era do Exército Vermelho; Perestroika e muito mais.

Como chegar: Fica a cinco minutos a pé da estação de metrô Dostoevsky

Museu da Guerra Patriótica de 1812 e Museu Histórico

Este é um dos mais famosos complexos histórico-militares de Moscou. Ali estão expostas armas raras do exército imperial russo e do exército de Napoleão, armaduras da Rússia antiga, espadas cazaques, sabres de Aleksandr 2º II e vários outros itens.

Como chegar: A poucos passos das estações de metrô Teatralnaya, Okhotny Ryad ou Ploshchad Revolutsii.

São Petersburgo

Museu de História Militar da Artilharia, Corpo de Engenharia e Corpo de Sinal

Esse museu foi criado na área da Fortaleza de São Pedro e São Paulo em 1756. O decreto partiu do tsar Pedro, o Grande, com o objetivo de preservar peças antigas de artilharia. Hoje é o maior museu de tecnologia militar do mundo. Durante a Grande Guerra Patriótica, os tanques passavam por reparos no segundo andar do edifício, e os buracos nas rampas estão ali para provar. O museu também conta com antigas espadas eslavas, canhões de mão, um Katiucha, mísseis de longo alcance e uma sala dedicada ao fuzil Kalashnikov (é possível testá-lo no campo de tiro do museu).

Como chegar: 10 minutos andando da estação de metrô Gorky

Museu Central da Marinha

Os quartéis marítimos do Império Russo têm tudo relacionado à construção naval. Acredita-se que o museu possua a coleção de navios mais rica do mundo, comparável à do Museu Marítimo Nacional em Greenwich, no Reino Unido.

Entre os destaque, o museu em São Petersburgo exibe projetos grandiosos de navios que nunca foram construídos, além de todo um arsenal de armas pequenas e brancas.

Como chegar: caminhando a partir das estações de metrô Admiralty, Sadovaya, Spasskaya ou Sennaya Ploschad.

Tem interesse por história militar? Então leia também “O Canhão do Tsar: uma arma gigante feita para defender o Kremlin”. 

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais