3 viagens de um dia na Copa: Volgogrado

Legion Media
Volgogrado, no sul da Rússia, já foi conhecida como Stalingrado e receberá, em breve, torcedores de futebol como uma das anfitriãs do Mundial de 2018. Depois de as partidas acabarem e você já ter visitado Mamáiev Kurgán e os museus da Segunda Guerra Mundial, vale a pena curtir essas excursões pela natureza da região.

A cidade de Volgogrado receberá quatro jogos da fase de grupos durante a Copa do Mundo da Fifa™: Tunísia x Inglaterra, em 18 de junho; Nigéria x Islândia, em 22 de junho; Arábia Saudita x Egito, em 25 de junho; e Japão x Polônia, em 28 de junho.

Embora seja mais conhecida por sua história militar durante a Batalha de Stalingrado, os campos e riachos cintilantes da região tornaram-se recentemente um destino popular para o ecoturismo na Rússia. Aqui estão algumas ideias para passeios de um dia que ajudarão a aproveitar ao máximo o verão escaldante no sul russo e levar boas memórias de volta para casa, independentemente de quem vencer as partidas. 

Cruzeiro pelo rio Volga (partindo do centro de Volgogrado)

O Volga, o rio mais longo da Europa e o que dá nome a Volgogrado, oferece algumas das paisagens naturais mais deslumbrantes da Rússia desde o momento em que se sai dos limites da cidade. À medida que o barco leva os viajantes pela vasta extensão de água e a paisagem urbana da cidade é vista à distância, você será recebido por ilhotas arborizadas, vales infinitos e praias abandonadas. O Volga é melhor apreciado durante o verão, quando os passageiros podem ficar do lado de fora no convés para ter uma vista melhor do inesquecível pôr do sol por trás dos cânions distantes.

Fazer um cruzeiro pelo Volga é a maneira mais conveniente de admirar a beleza natural da região. É possível embarcar em passeios de apenas uma hora, mas muitos visitantes e locais preferem passar uma tarde inteira curtindo o rio banhada pelo sol. Para quem tiver um espírito mais aventureiro, os bancos do Volga também podem ser alcançados de moto ou lancha, com a vantagem de permitir que você curta um churrasco ou acampe à beira do rio. A praticamente intacta Ilha Sarpinski, que pode ser vista do centro de Volgogrado, é o local mais popular para isso.

Os barcos de passeio do Volga ficam geralmente ancorados perto do centro da cidade e são facilmente acessíveis a partir das áreas centrais.

Lago Elton (340 km de Volgogrado)

Próxima à fronteira do Cazaquistão, a versão russa do Mar Morto fica a uma boa distância de Volgogrado, mas vale a pena o esforço.

O Elton é o maior lago de água salgada da Europa e está repleto de formações cristalinas únicas. Há rumores de que oferece vários benefícios à saúde, o que levou à abertura de uma série de spas ao redor do lago. O sal também transformou essa bacia rasa em uma das maravilhas naturais da Rússia, com sua coloração vermelha purpúrea que brilha como ouro ao sol da tarde e exala um notável cheiro de framboesa.

Anômalo, isolado e sobrenatural, o lago Elton é um oásis na estepe do Volga, que proporciona uma experiência totalmente diferente da área mais fértil e bruta ao redor do rio Volga. Em meio ao calor sufocante do sul da Rússia, o lago Elton tem uma profundidade média de apenas 10 cm no verão, dando origem a planícies salgadas, praias rasas e pântanos ao redor do lago e próximo ao Parque Natural de Elton.

Pelo fato de o lago Elton ser uma formação isolada, a desvantagem é que não há meios simples de chegar lá, e o caminho mais rápido requer um trajeto longo, porém pitoresco. A viagem a partir de Volgogrado leva cerca de cinco horas de carro, portanto, considere passar a noite na cidade termal de Elton, nos arredores do lago.

Há ônibus diários partindo da estação de trem de Volgogrado para Elton, e cada bilhete sai por 400 rublos (cerca de 22 reais).

Bacia de Volga-Akhtuba (30 km de Volgogrado)

Na margem oposta ao centro de Volgogrado, há longos trechos de selva ensolarada que rodeiam o rio Akhtuba – um afluente tranquilo e estreito do rio Volga.

Este parque natural vibrante e repleto de pastos é o refúgio de fim de semana mais popular entre os locais, e o lugar perfeito para um piquenique entre seus diversos lagos, bosques de carvalhos e santuários de pássaros.

Ao viajar pelos bancos do Akhtuba, também é possível encontrar uma série de esquisitices encantadoras. Por exemplo, há o Lago de Lótus, perto do vilarejo de Krasny Buskir, onde, desde o verão de 2007, milhares de lótus rosas floresceram e transformaram o lago em um refúgio idílico para as tardes de verão. Ao viajar um pouco mais ao longo do rio, chega-se ao assentamento de Tsarev (75 km de Volgogrado), uma remota localidade que em 1922 testemunhou a maior chuva de meteoros da Rússia e ainda presencia fenômenos menores durante o verão.

A melhor maneira de chegar o parque natural é de carro, que irá levá-los para o interior da reserva em menos de uma hora. Outra alternativa é pegar o ônibus № 146, que parte 12 vezes ao dia da Estação Rodoviária Central de Volgogrado e atravessa o coração do parque por apenas 70 rublos (em torno de 3,90 reais) por pessoa.

Conheça atrações de outras cidades-sede da Copa, como Moscou, Kaliningrado, a capital da cerveja e Níjni Novgorod.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies