3 pratos russos que ficam ainda mais deliciosos com caviar vermelho

É, sim, possível estragar um prato com caviar. Mas, para garantir uma combinação de sabores dos campeões, pedimos dicas a alguns dos melhores chefs de Moscou e São Petersburgo.

1. Pelmêni com peixe e caviar vermelho

Receita do chef Aleksêi Pávlov, chef do restaurante moscovita “Nikita”

O pelmêni (um tipo de capeletti russo) pode ser recheado não só com carne, mas também com peixe, que é algo especialmente popular no Extremo Oriente russo. Nas receitas tradicionais, o salo (gordura de porco) é adicionado ao recheio de carne moída, mas pode-se usar em seu lugar também maionese.

Ingredientes para o recheio:

  • 100 g. de peixe Coregonus muksun e 100 g de peixe Sander (esses dois peixes podem sersubstituídos por dourado do mar ou robalo)
  • 50 g. de cebola frita;
  • Sal, pimenta e alho a gosto.
  • 3 g. de endro fresco;
  • 50 g. de maionese.

Ingredientes para a massa:

  • 400 g. de farinha;
  • 180 g. de água;
  • Sal a gosto.

Ingredientes para montar:

  • 50 g. de caldo de galinha;
  • 15 g. de creme de leite ou nata com 33% de gordura;
  • 5 g. de caviar vermelho.

Modo de preparo:

1. Coloque o peixe em um moedor de carne para triturar até os pequenos espinhos que não puderam ser removidos. Adicione os temperos, a cebola frita, o alho, o endro, a maionese e misture.

2. Para a massa, misture todos os ingredientes e amasse.

3. Modele os bolinhos de massa e ferva em água levemente salgada por 5 a 10 minutos, até o cozimento.

Modo de servir: Misture o caldo de frango com o creme de leite ou nata e disponha em um prato, coloque os bolinhos e decore com caviar vermelho.

2. Salada Olivier com caranguejo e caviar

Receita do chef Aleksandr Vôlkov-Medvédev, do restaurante moscovita Rúski

Em alguns países, a salada Olivier é conhecida como simplesmente como “salada russa”, enquanto na Rússia ela está intimamente ligada ao nome do chef franco-belga Lucien Olivier. Pouco resta da receita original, mas a receita abaixo traz cenouras “soviéticas”, ervilhas e ingredientes mais refinados como o caranguejo e o caviar. É possível que esta receita tenha agradado o paladar dos nobres no século 19, quando a salada foi inventada.

Ingredientes para a salada:

  • 20 g. de cenouras;
  • 20 g. de batata;
  • 3 g. de cebola roxa;
  • 30 g. de camarão grande cozido;
  • 20 g. de pepino em conserva;
  • 10 g. de molho;
  • 20 g. de ervilhas enlatadas.

Ingredientes para montar a salada:

  • 3 g. de um mix de cheiro verde;
  • 1 ovo poché;
  • 50 g. de caranguejo;
  • 10 g. de caviar.

Ingredientes para o molho:

  • 100 g. de maionese caseira;
  • 30 g. de queijo parmesão;
  • 5 g. de sal;
  • 50 g. da salmoura do pepino em conserva.

Modo de preparo:

1. Descasque as cenouras e as batatas, deixe ferver e corte em cubos. Descasque os pepinos, pique em cubos. Pique em pedaços pequenos a cebola roxa.

2. Misture tudo, adicione as ervilhas enlatadas e tempere. Para preparar o molho, misture todos os ingredientes.

Modo de servir: Disponha a salada em forma de anel no prato e coloque o ovo poché ainda quente no centro. Ao redor da salada, espalhe as mini verduras. Sobre a salada e o ovo, deposite a carne de caranguejo aquecida na manteiga. Adicione o caviar sobre o caranguejo.

3. ‘Draniki’ com abobrinha e caviar vermelho

Receita do chef Glen Ballis, do restaurante Kuznia, de São Petersburgo

Panquecas com caviar são um clássico russo. Mas o draniki (um tipo de pequenas panquecas de batata), tão amado na cozinha eslava, é ainda mais fácil de fazer que as panquecas tradicionais.

Ingredientes para o “draniki”:

  • 14 g. de cebolas;
  • 60 g. de abobrinhas;
  • 75 g. de batatas;
  • 1 g. de alho fresco;
  • 1 g. de sal;
  • 1 ovo;
  • 11 g. de farinha de trigo;
  • 6 ml. de óleo vegetal.

Ingredientes para montar:

  • 17 g. de queijo stracciatella (ou ricota cremosa);
  • 11 g. de caviar vermelho;
  • 1 g. de cheiro verde fresco;
  • 5 g. de temperos;
  • 3 ml. de óleo de manjericão.

Modo de preparo:

1. Descasque a abobrinha, a cebola e as batatas e lave bem. Rale a abobrinha e coloque em uma peneira.

2. Rale as batatas e pique a cebola bem pequena. Junte os três ingredientes e adicione a farinha, a clara e a gema de ovo (misturadas com antecedência), o sal, o tempero, a manteiga e o alho. Misture bem todos os ingredientes.

3. Frite o “draniki” em uma panela bem quente. Quando dourar de um lado, vire e frite do outro.

Modo de servir: Coloque dois draniki em um prato e cubra com o queijo e o caviar vermelho. Derrame sobre ele um fio de óleo de manjericão.

LEIA TAMBÉM: A comida russa como ela (não) é

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies