Molho ou sopa? Faça este prato regional russo e decida você mesmo (RECEITA)

Iúlia Mulino
O “schips” feito com ingredientes básicos pode ser uma entrada deliciosa, um primeiro prato ou prato principal. Cabe a você escolher!

Existem vários alimentos da Adigueia, uma república no sul da Rússia, que foram incorporados à culinária russa cotidiana, como o sal adigue e queijo adigue. Outro símbolo culinário da Adigueia é o “schips”, uma sopa cremosa e nutritiva com páprica.

O “schips” é servido normalmente em eventos festivos na Adigueia, mas também é uma refeição diária. Existem muitas variações e cada família tem seus próprios segredos para fazê-lo. As principais características dele são a cor alaranjada, que vem da páprica vermelha, e sua consistência espessa, proveniente da farinha.

Os tipos mais comuns de farinha usados no prato são de trigo ou de milho, mas também podem-se encontrar variações com farinha de arroz e outras. O caldo é a base do “schips”, e pode ser feito à base de carne bovina, de frango, de peru ou até vegetariano.

Existem certas regras para fazer o “schips”: ele deve ser feito principalmente em manteiga de garrafa ou ghee, mas você pode usar manteiga derretida e um pouco de óleo. Para conferir ao “schips” ainda mais textura e sabor, é preciso fazê-lo em fogo moderado. O método autêntico de cozimento é como um ritual: o “schips” deve ser feito ao ar livre, em uma grande chaleira em fogo aberto.

O sal adigue, feito com sal, além de ervas locais e alho, também dá um toque especial ao prato — e você pode preparar em casa uma mistura semelhante com sal, alho seco, coentro em pó, endro, salsa, manjericão, manjerona, pimenta do reino, páprica e pimenta preta.

A melhor característica do Schips é sua versatilidade. Você pode servi-lo como uma entrada simples, mas autêntica: em uma tigela, com o “schips” rodeado de pão fresco ou ciabatta. Adicionando um pouco mais de caldo ao molho, polvilhe com verduras e você obterá uma sopa nutritiva. Coloque o “schips” ao lado da carne que você usou para o caldo, ou sirva com polenta, arroz ou qualquer acompanhamento de sua escolha, e você terá um prato principal nutritivo incrível.

Ingredientes:

  • 1 frango inteiro;
  • 1,5 cebola;
  • 3 colheres de sopa de farinha;
  • 2 colheres de sopa de páprica;
  • Sal;
  • Folhas de louro;
  • Especiarias (alho seco, coentro em pó, endro, salsa, manjericão, manjerona, pimenta do reino, páprica e pimenta);
  • 3 dentes de alho.

Modo de preparo:

Coloque o frango inteiro em água fria, acrescente meia cebola, folhas de louro, pimenta do reino e um pouco de sal e comece a ferver.

Após 15 minutos comece a retirar qualquer espuma ou formação que flutuar para deixar o caldo limpo e transparente.

Uma hora depois, verifique o frango. Se estiver pronto, desligue o fogo e reserve.

Derreta a manteiga em uma panela funda e acrescente um pouco de óleo. Você pode usar manteiga de garrafa ou ghee, claro.

Pique a cebola.

Frite até dourar bem.

Adicione a páprica e mexa bem.

Adicione a farinha e continue mexendo a cebola.

Em 3 a 5 minutos, comece a adicionar o caldo. Para evitar que empelote, mexa o molho sem parar.

Adicione especiarias e sal, ou só o sal adigue.

Continue adicionando o caldo até atingir a consistência certa. Para um molho espesso, você precisará de menos líquido. Continue cozinhando o “schips” por cerca de 10 minutos e não se esqueça de mexer constantemente.

Adicione o alho fresco e a pimenta do reino no final.

Sirva o “schips” com pão, carne ou um acompanhamento.

Priátnogo appetíta!

LEIA TAMBÉM: Tortinhas cremosas de batata servidas com cogumelos e picles (RECEITA)

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies