O fenômeno do ‘buterbrod’ na Rússia

Legion Media
Os russos têm toda uma cultura própria quando se trata de sanduíches!

Sanduíche, hambúrguer, panini, bruschetta, croque monsieur, smørrebrød, chaurma, butterbrot… parece que todas as culinárias nacionais têm sua própria versão de pão servido com uma variedade de recheios ou coberturas. E os russos também têm seu próprio sanduba: o buterbrod, uma fatia de pão com os recheios mais deliciosos e geralmente sem outra fatia por cima.

Os russos comem buterbrod no café da manhã, no almoço e no jantar, como lanche e como prato festivo. Eles mandam buterbrod para as crianças de lanche na escola e, ao mesmo tempo, repreendem quem só come buterbrod!

Buterbrod com ovas.

Mas como os russos têm um prato tradicional com o nome proveniente alemão (uma transfiguração do “butterbrot”)? Esta interessante questão requer contexto histórico!

Os russos sempre foram uma nação afeita ao pão devido à enorme quantidade de trigo produzida no país. Toda refeição sempre é acompanhada de pão e um provérbio russo diz: “O pão é o sustento da vida”. Além disso, uma grande fatia de pão pode ser o lanche de uma viagem longa ou até um almoço.

Buterbrod com arenque.

Desde a época de Pedro, o Grande, quando muita coisa alemã chegava à Rússia (leia mais sobre isso aqui), surgiu uma tradição de se comer pão com alguma coisa em cima. As famílias mais ricas começaram a servir fatias de pão e um prato de coberturas: presunto, salmão defumado, caviar. Normalmente, esses petiscos eram servidos como entradas aos convidados que chegavam em meio à neve, junto com uma dose de bebida forte.

Quando a palavra “buterbrod” surgiu na Rússia

Em alemão, uma tradução literal de “butterbrot” é simplesmente “manteiga e pão”. Em um dicionário russo do final do século 19, lê-se que “buterbrod” é uma palavra estrangeira que entrou para o léxico russo, definindo-o como um pedaço de pão com manteiga, queijo, presunto e outros.

Personagem do desenho Prostokvashino adoravam buterbrod!

Uma virada crucial na história do “buterbrod” na Rússia ocorreu no final do século 19 e está ligada à manteiga. Foi nessa época, afinal, que a manteiga se tornou popular e amplamente disponível na Rússia.

Antes, os russos produziam apenas "manteiga clarificada", que era feita com leite assado no forno... (leia sobre esse fenômeno russo aqui). Ela era usada principalmente no mingau ou para cozinhar. A manteiga comum era importada da Finlândia pelo Império Russo e não era amplamente difundida.

Buterbrot com peixe.

Assim, foi só no final do século 19 que os russos começaram a produzir sua própria manteiga. A primeira fábrica surgiu em Vologda (e a “Vologda” ainda é uma marca renomada de manteiga).

Buterbrod com uma pegada soviética

Cena de

Na verdade, foi durante a era soviética que esse lanche nutritivo e saboroso se tornou popular. Os soviéticos faziam de tudo para libertar as mulheres da cozinha e, assim, esse lanche, que não exigia muito tempo para preparar, tornou-se comum no café da manhã, na marmita e até como acompanhamento do chá da tarde.

Buterbrot com salame.

Na União Soviética dois tipos de pão eram especialmente populares: o branco e o preto. O branco era universal e usado com todo tipo de recheio como sanduíche, enquanto o preto costumava vir acompanhado especialmente de presunto, salame ou peixe.

Curiosamente, o povo soviético não comia queijo com nada além de buterbrod. Ok, eles também acrescentavam queijo ao macarrão ou a outras refeições, mas comer um pedaço de queijo com uma taça de vinho era algo totalmente alienígena na União Soviética! E não havia muitos tipos de queijo, como parmesão ou muçarela — isso para não falar de outros queijos finos.

Foto do

O buterbrod mais amado da URSS e da Rússia em ocasiões festivas, especialmente o Ano Novo, é pão com manteiga e caviar. Outra ideia considerada refinada é cobrir o buterbrod com esturjão defumado ou salmão salgado, assim como com um pedaço de limão!

Desde os tempos soviéticos, o buterbrod também é servido em todas as cantinas e bufês de teatro. Os recheios vão desde queijo barato, linguiça defumada ou presunto, até um caviar mais caro ou peixe. Uma noitada no teatro é um bom motivo para se dar ao luxo de se deliciar com um bom buterbrod!

Eis nossas 5 receitas favoritas de buterbrod russo:

  1. Buterbrod de férias: um pedaço de pão branco, manteiga, caviar vermelho (ou, se possível, o preto);
  2. Buterbrod soviético: um pedaço de pão branco, manteiga, salsicha e queijo;
  3. Smørrebrød (dinamarquês) a la Russa: um pedaço de pão de centeio preto, uma fatia de arenque, cebola em conserva ou cebolinha picada;
  4. Buterbrod favorito das crianças soviéticas: um pedaço de pão de centeio preto, uma colher de chá de óleo, sal;
  5. Buterbrod doce: uma fatia de pão branco, manteiga e geleia de frutas ou mel.

LEIA TAMBÉM: Por que os russos são loucos por sopa?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies