Pastilá de Ruibarbo: talvez a forma mais russa de cozinhar esses talos!

Victoria Drey
Aprenda a fazer um prato com ruibarbo como um russo medieval: um purê seco e azedinho que pode virar seu doce predileto!

Sempre associei o ruibarbo a tudo, menos à culinária russa: todo verão, muitos dos chefs ingleses e americanos que sigo no Instagram postam dezenas de fotos com tortas de ruibarbo e outros pratos incríveis de dar água na boca. Além disso, minha família nunca usou ruibarbo na cozinha e nem o cultivou na dátcha.

Além disso, mesmo que você queira cozinhar algo com ruibarbo, dificilmente vai encontrá-lo nos mercados russos. É por isso que fiquei bastante surpresa quando descobri uma grande quantidade de receitas com ruibarbo em antigos livros de culinária russa, incluindo caules de ruibarbo assados ​​com mel e borsch de ruibarbo.

Nesta temporada, obtive uma safra sem precedentes de talos verdes de ruibarbo, então decidi fazer meu mais novo e favorito doce tradicional russo: pastilá de frutas ou levachi. É basicamente um purê de frutas secas que pode ser armazenado na geladeira por meses a fio. Saudável e adocicada, essa pastilá é conhecida desde os tempos da Rússia medieval e continua popular até hoje.

A vantagem é que você pode fazer pastilá com qualquer fruta e bagas da estação, e até mesmo vegetais: então por que não experimentar com ruibarbo?

Ingredientes:

1 kg de ruibarbo;

1 xícara de açúcar;

Canela em pó;

Noz-moscada moída.

Modo de preparo:

  1. Em primeiro lugar, prepare os talos do ruibarbo: lave, corte a parte superior e a inferior e descasque, se necessário. Em seguida, corte todos os talos em pequenos pedaços com 1 a 2 cm: coloque-os na sua maior panela, acrescente açúcar e, opcionalmente, uma pitada de canela e noz-moscada para realçar o sabor. Você pode usar mais ou menos açúcar, dependendo de quanto gosta de doce. Pessoalmente, adoro esta proporção exata de ruibarbo e açúcar, porque ela deixa um gostoso sabor agridoce.
  1. Comece a aquecer o ruibarbo em temperatura média, adicione cerca de 100 ml de água quente e cozinhe até que todos os talos fiquem macios e quase virem um purê - normalmente leva de 15 a 25 minutos.
  1. Retire do fogo e bata a mistura com um mixer até ficar homogêneo - você deve obter uma boa consistência de purê, sem fios de ruibarbo. Deixe esfriar um pouco.
  1. Enquanto isso, cubra duas assadeiras com papel manteiga. Divida a mistura do purê em dois e despeje delicadamente nas bandejas. Usando uma espátula, espalhe o purê com cerca de 3 a 5 mm de espessura. Existem duas maneiras de cozinhar pastilá: há quem não use o forno e deixe secar ao ar livre. Para este método você precisa de uma área ventilada com ar quente e seco, como uma varanda ou peitoril de janela no verão. Demora até 3 dias e nem sempre é possível, por isso costumo secar a pastilá no forno a baixas temperaturas.
  1. Basta deixar as bandejas com purê a 100 graus Celsius por 2 a 4 horas, dependendo da espessura da pastilá. Ela estará pronta quando o papel manteiga desgrudar facilmente da pastilá e sua superfície se tornar bastante seca e elástica, mas não quebradiça (isso significa que a pastilá está seca demais). Quando sentir que está completamente pronto nas bordas, mas ainda muito mole e úmido no meio, retire do forno e deixe ao ar livre por mais algumas horas para cozinhar completamente.
  1. Corte as folhas de pastilá em tiras largas, embrulhe-as e guarde na geladeira. 

Priátnogo appetíta!

LEIA MAIS: Maçãs assadas, o café da manhã russo dos campeões

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies