Tem coisas que o dinheiro não compra (o pão karavai, por exemplo)

Vasilisa Malinka
Pão tradicional de casamento russo só pode ser feito em casa e não é comercializado. Sua preparação deve ser feita por mulheres casadas e que tenham filhos – caso contrário, os noivos serão infelizes! Aprenda a receita.

A tradição de se fazer o pão karavai em casamentos é uma das mais veneráveis ​​na Rússia. Ele ainda é considerado o principal símbolo do casamento, independentemente do formato da cerimônia.

O karavai é um pão que existe desde os tempos pagãos. Acredita-se que seu nome tenha se originado de “korova”, que em antigos dialetos eslavos significava “noiva”. O sufixo “ai” no final da palavra aparece como um símbolo de um touro, ou seja, o homem.

Assim, o karavai representa a fertilidade e uma pessoa, ou homem ou mulher. O engraçado é que, hoje, a palavra “korôva”, em russo, tem apenas um significado: “vaca”.

Tradicionalmente, o karavai é um pão para rituais. Por isto, sua preparação une diferentes cerimônias que podem levar alguns dias. Por exemplo, eram usadas ferramentas tradicionais especiais para moer a farinha na mó cerimonial.

Além disto, somente mulheres casadas e que tivessem filhos e fortes laços familiares eram encarregadas de fazer a massa. Por meio deste processo, elas compartilhavam a felicidade de sua família com os recém-casados. Cantar músicas e fazer orações era um alegre dever deste ritual.

O karavai é considerado símbolo de felicidade, riqueza e abundância. Assim, quanto maior ele for, mais felizes e ricos os recém-casados ​​serão. Às vezes, ele pode ser até o tamanho de uma mesa de casamento.

A noiva e o noivo são os primeiros a pegar um pedaço do karavai e, depois, compartilham com todos os convidados, como se compartilhassem a própria felicidade. As decorações no karavai eram tipicamente entregues a moças solteiras, para ajudá-las também a realizar o desejo de encontrar felicidade futura em família.

O formato típico do karavai é redondo, representando o sol. Entre os eslavos antigos, o deus do sol era considerado a principal divindade, e era imperativo que a nova família caísse em sua graça.

As decorações do pão karavai eram intricadas. Antes de assar, o pão era decorado com folhas feitas de massa e flores, e quando assado era adornado com formas trigo e de pequenos ramos de Viburnum.

As decorações na massa eram, tradicionalmente, dois anéis ou um par de cisnes, que era o símbolo da lealdade no amor. O trigo simbolizava abundância e prosperidade, e o Viburnum, amor e filhos.

Ingredientes para a massa-base:

200 g de farinha de trigo;

155 g de água;

2 g de sal;

1 g de fermento seco.

Modo de preparo:

  1. Misture os ingredientes em uma tigela e cubra com filme plástico.

2. Deixe a massa-base descansar à temperatura ambiente e, depois, coloque a tigela na geladeira. Deixe ali por 12 a 16 horas.

Ingredientes para a massa:

100 g de farinha de centeio;

700 g de farinha de trigo;

550 g de água;

15 g de sal;

5 g de fermento seco.

Modo de preparo:

Peneire os dois tipos de farinha em uma tigela.

Aqueça a água a uma temperatura de 28 a 30 graus Celsius e despeje na mistura de farinha. Em seguida, polvilhe o fermento por cima e espere ele dissolver (isto acontece em apenas alguns segundos). Acrescente a massa-base à mistura e sove em velocidade média ou baixa durante cerca de 5 minutos.

Neste ponto, a massa deve ter aparência homogênea.

Agora, acrescente o sal e bata a massa à mesma velocidade por mais 8 minutos. A massa ficará bastante elástica.

Cubra a massa com filme plástico e deixe-a crescer em local morno por 1,5 hora.

A massa deve dobrar de tamanho. Agora, coloque-a na superfície de trabalho e sove um pouco para tirar todas as bolhas.

Separe a massa em duas partes.

Uma das partes deve ter cerca de 2/3 da massa: com esta parte você deve formar uma bola e colocá-la na assadeira forrada com papel manteiga, além de pincelá-la com ovo.

Aqueça o forno a 230 graus Celsius e coloque uma bandeja vazia no fundo.

A segunda parte da massa (1/3 do total) será utilizada para a decoração. Corte algumas tiras de massa para transformá-las em tranças e espirais. Use cortadores para fazer flores e corações. Faça bolinhas para formar as bagas. Decore seu karavai!

Depois que a massa dobrar de tamanho, pincele novamente o ovo batido e dê os toques finais, como polvilhar sementes de gergelim.

Coloque seu karavai no forno e despeje água (cerca de 70g) na bandeja quente que está no fundo do forno. Feche a porta o mais rápido possível para o vapor não escapar.

Asse o karavai a 230 graus Celsius por 10 minutos e, depois, abaixe a temperatura para 200 graus Celsius e asse por mais 45 minutos. Quando o pão estiver assado, deixe descansar por pelo menos 20 minutos antes de comer.

Priátnogo appetíta!

LEIA TAMBÉM: Como sobreviver a um casamento russo: um breve guia para convidados

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies