4 receitas imperdíveis com pinhas

Você já comeu pinhas? Então escolha uma das receitas abaixo e comece a cozinhar!

Legion Media
O norte da Rússia, o Cáucaso e grande parte da Sibéria são famosos por suas exuberantes florestas de pinheiros. E os moradores locais aprenderam a utilizar tudo o que a dura natureza tem para oferecer!

Brotos de pinheiro e óleos essenciais são usados ​​para curar a bronquite, as folhas de pinheiros são fonte de vitamina C, alcatrão de pinho é uma pomada para pele e as pinhas são base para diversas receitas.

O melhor tipo são os botões verdes, colhidos na Rússia entre maio e junho, mas ainda mais cedo em outros países.

1. Geleia

Um verdadeiro exotismo para os turistas, que levam com alegria potes de pinhas da Sibéria de lembrança. Fazer geleia com as pinhas também não é tão difícil. É preciso lavar 2 quilos de pinhas, colocar na água e ferver por 30 minutos.

Depois disto, a mistura é deixada em um local escuro e escuro para passar a noite (12 horas). Os cones são então retirados e acrescenta-se o açúcar (1 quilo para cada litro de caldo).

O caldo resultante é fervido novamente até que engrosse e sua cor se torne um carmesim escuro. Quando pronta, a geleia é misturada com vários dos cones cozidos anteriormente e fervida por mais 5 minutos.

Após isto, a geleia, com os cones inteiros, deve ser vertida em frascos (cerca de 6 a 8 cones por litro). Pode-se usar cones de cedro ou abeto também.

  1. Mel de pinha

Um verdadeiro deleite para os formigões! Para começar, prepare um recipiente estéril, coloque um pouco de açúcar, disponha os cones em uma camada, cubra com mais açúcar e repita as camadas até que os cones e o açúcar acabem. Para um quilo de cones é necessário cerca de 1,5 quilo de açúcar.

LEIA TAMBÉM: Por que os russos são doidinhos por cogumelos?

Os cones devem ser cobertos com um pano e deixados à temperatura ambiente por três semanas. O suco que sai se une ao açúcar para formar a mistura. Depois de três semanas, despeje esta mistura em um frasco de vidro seco e leve à geladeira. O “mel” resultante fica uma delícia com chá!

3. Chá

Para fazer chá, pinhas bastante novas são as mais adequadas. Elas podem ser recém-coletadas ou secas. O ideal é que os cones não tenham mais de três centímetros de comprimento.

Pra 200 ml de água será necessário 75 gramas de pinhas. Elas devem ser lavadas e picadas com uma faca e, em seguida, colocadas em uma panela com água fervente coberta com tampa. A mistura é deixada para tomar sabor por 15 minutos antes de beber. Acrescentar ervas medicinais tornam este chá ainda mais agradável.

  1. Tintura alcoólica

Acredita-se que a tintura da pinha fortaleça o sistema imunológico e produza um efeito sedativo. Os cones devem ser lavados e secos com uma toalha, e depois imersos em álcool (200 ml a cada 130 gramas de cones). Deixe por duas semanas em local fresco, e a tintura está pronta. Geralmente, ela é consumida como um digestivo, no máximo uma colher de sopa por dia.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies