Bolo de Leite de Pássaro, a receita dos contos de fada à mesa soviética

Victoria Drey
Um dos mais amados bolos russos possui uma história um tanto incomum. Seu preparo exige tempo e paciência, mas resultado e sabor compensam.

Imagine um bolo fofinho e arejado, com sabor cremoso, complementado com um creme macio e uma fina camada de chocolate amargo – este é o bolo dos sonhos, e que todos os russos conhecem como “ptitchie moloko”.

O nome não é menos único do que o bolo em si e literalmente significa “leite de pássaros”. Reza uma lenda antiga que o “leite de pássaro” é um ingrediente sagrado com o qual as aves no paraíso alimentavam seus filhotes. 

Sugundo contos folclóricos eslavos, as lindas donzelas queriam testar seus admiradores viris e pediam para eles buscarem “leite de pássaro”, que era considerado quase impossível de achar.

O bolo “ptitchie moloko” da época soviética tem, de fato, raízes polonesas. Em 1930, o confeiteiro Jan Wedel, de Varsóvia, inventou doces aerados ao quais chamou de “ptasie mleczko”. Os doces eram tão populares que depois de um tempo começaram a se espalhar para a Rússia.

Em 1978, a receita foi enfim transformada no lendário Bolo de Leite de Pássaro. O confeiteiro Vladímir Guralnik, de Moscou, lembra que foram necessários seis meses para aperfeiçoar a complicada receita.

Quando perguntei a minha avó qual era seu bolo predileto, ela respondeu sem hesitação: “ptitchie moloko, com certeza! Era difícil encontrá-lo e, por isso, tínhamos que pagar o triplo do preço para colocar as mãos nele”.

Ela comeu o autêntico doce apenas uma vez na vida, quando meu avô o trouxe de Moscou para casa em uma bela caixa. Na União Soviética, havia verdadeiras disputas por esse bolo, que era vendido apenas na capital.

O preparo foi mantido em segredo por um longo período. A receita original do bolo contém ingredientes-chave, como ágar-ágar e leite condensado, mas, na época, as donas de casa soviéticas não sabiam disso, e tentavam recriar o Bolo de Leite de Pássaro por conta própria.

Atualmente, existem inúmeras receitas do lendário doce, mas a que vem seguir é a que mais amo – e é melhor ainda do que a verdadeira. 

Ingredientes

Para o pão de ló

2 ovos

100 g de açúcar

100 g de farinha de trigo

1/3 de colher de chá de fermento

Pitada de sal

Para o suflê

20 g de gelatina sem sabor (ou ágar-ágar)

100 ml de leite

5 ovos

100 g de açúcar

150 g de manteiga

1 colher de sopa de farinha de trigo

Para o glacê

100 g de chocolate amargo ou meio amargo

100 g de creme de leite

50 g de manteiga

Modo de preparo

Em primeiro lugar, prepare o pão de ló: bata os ovos com açúcar até formar uma mistura homogênea. Adicione farinha peneirada com sal e fermento em pó, e misture cuidadosamente. Leve ao forno a 180° C por 30 minutos e deixe esfriar.

Em seguida, corte horizontalmente o pão de ló em duas partes iguais e reserve.

Antes de começar a preparar o creme, cubra a gelatina com 100 ml de água e deixe por cerca de 20 minutos.

O suflê do Bolo de Leite de Pássaro consiste basicamente em creme de ovos e merengue, portanto, comece com o creme. Separe as gemas e guarde as claras na geladeira. Em uma tigela, misture as gemas com o açúcar.

Despeje essa mistura no leite, acrescente um pouco de farinha e misture bem.

Coloque a tigela em banho-maria e leve a mistura à fervura – mexa constantemente o creme com um fue para que fique bem homogêneo. 

Quando o creme estive suficientemente grosso, retire-o do fogo e deixe esfriar um pouco. Enquanto isso, em outra tigela, bata a manteiga por alguns minutos.

Enquanto o creme de leite ainda estiver ligeiramente morno, comece a adicioná-lo – colher a colher – à manteiga. Utilize uma batedeira em velocidade baixa.

Leve o creme à geladeira por 20 a 30 minutos para engrossar.

Em seguida, volte à gelatina: aqueça-a em fogo baixo até dissolver por completo.

Bata as claras em neve até obter uma textura brilhante e consistência firme.

Em seguida vem uma das etapas mais importantes: despeje cuidadosamente a gelatina líquida no merengue e bata a mistura.

Agora é hora de trabalhar rápido: prepare suas camadas de pão de ló e a forma (de aro removível) com antecedência. Acrescente o merengue de gelatina ao creme de ovos e mexa com uma espátula – eis aqui a base do suflê para o bolo.

O suflê engrossa rapidamente, por isso, não vacile. Coloque a primeira camada de pão de ló na parte inferior da forma, cubra com metade do suflê; depois, a outra metade do pão de ló e cubra com o suflê restante.

Para preparar o glacê, leve o creme quase à fervura, retire do fogo e adicione o chocolate amargo picado. Aguarde uns minutos e mexa até o chocolate se dissolver. Adicione a manteiga e dê aquela mexida final na cobertura.

Despeje o glacê sobre o bolo, e leve-o à geladeira por, pelo menos, 5 horas.

Remova cuidadosamente o Bolo de Leite de Pássaro da forma.

Priátnogo appetita!

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies