As receitas favoritas de Dostoiévski

Ilustrações de Inna Bagaeva para o livro "Herring with veal. The book about food, writers and recipes", de Eldar Orujev.
Da selianka moscovita ao pão com bife, o famoso escritor russo adorava comer.

Anna, a segunda mulher de Dostoiévski, dizia ter ficado surpresa quando o escritor pediu em um restaurante um prato chamado "selianka de Moscou", servido em uma frigideira. Ela era então uma garota de São Petersburgo.

"De fato, a 'selianka' é um prato muito gostoso", confirma Eldar Orujev, autor do recém-publicado "Herring with veal. The book about food, writers and recipes" (sem publicação no Brasil, em tradução livre: "Arenque e vitela. O livro sobre comida, escritores e receitas").

"É, ao mesmo tempo, uma sopa e um prato principal. Às vezes, pode ser sopa com peixe. Mas a 'selianka' de Moscou é definitivamente um prato principal. Pode ser até uma versão russa de pizza, um prato que inclui sobras de preparos do dia anterior e é servido tradicionalmente pelas manhãs nos restaurantes como alternativa à comida tradicional", diz.

Você também pode tentar fazer esse e outros pratos favoritos de Dostoiévski!

'Selianka de Moscou' na frigideira

Ingredientes:

  •       1 cebola;
  •       150 g de manteiga;
  •       750 g de chucrute (repolho azedo);
  •       50 g de farinha de trigo;
  •       750 g de carne;
  •       2 pepinos em conserva;
  •       50 g de azeitonas;
  •       50 g de cogumelos em conserva;
  •       Sal.

Modo de fazer:

Pique a cebola em tiras finas e frite na manteiga. Adicione o chucrute e o sal, mexendo bem. Cubra com uma tampa e deixe cozinhar. Polvilhe a mistura com farinha de trigo.

Passe uma parte do repolho para uma assadeira ou frigideira e acrescente uma camada de carne cozida cortada em pedaços (pode ser de frango, vaca, vitela, presunto ou salsichas). Coloque mais uma camada de repolho.

Decore com pepinos, azeitonas, cogumelos, despeje o molho restante e leve ao forno pré-aquecido entre 180 e 200 graus Celsius por 10 minutos. Sirva nessa mesma travessa.

Bife no pão

Ingredientes:

  •       700 g de carne de vaca;
  •       1 alho-poró;
  •       2 cebolas;
  •       1 maço de salsinha;
  •       300 g de manteiga;
  •       1 colher de sopa de farinha de trigo;
  •       100 g de smetana (creme de leite azedo ou "sour cream")
  •       2 a 3 colheres de sopa de queijo ralado;
  •       3 gemas;
  •       Sal;
  •       Pimenta do reino.     

Modo de fazer:

Pique a cebola, o alho-poró e a salsinha, acrescente um pouco de água e tempere com sal e pimenta. Leve ao fogo para fazer um caldo e coloque a carne para cozinhar neste caldo.

Depois de cozida, fatie a carne, tire a gordura que sobrou no caldo guarde para outro preparo.

Derreta a manteiga em uma frigideira, frite o alho-poró até desmanchar e adicione a farinha e o creme de leite azedo (pode-se substitui-lo por cream cheese, mas o resultado muda um pouco).

Misture tudo e desligue o fogo. Deixe esfriar e junte as gemas, misturando bem.

Abra o pão (pode ser um pão tipo italiano redondo), retire o topo e um pouco do miolo, besunte com manteiga e espalhe o queijo ralado.

Coloque as fatias de carne, o molho de alho-poró, feche o pão com a tampa e leva ao forno aquecido (180 graus Celsius) por meia hora antes de servir.

Sirva com o molho que sobrou.

Chá 'a la Dostoiévski'

Fiódor Dostoiévski adorava chá. "É possível que o mundo possa cair e eu não deva beber chá? Eu diria que o mundo vai cair, mas eu sempre tomarei chá". Frases como essa podem ser lidas no livro "Notas do Subsolo".

Ele sempre fazia chá em casa e não confiava esse preparo a sua mulher, Anna.

Ela descrevia a rotina assim: "primeiro ele enxágua o bule com água quente, depois coloca três colheres de chá e despeja até um terço do bule, cobrindo com um guardanapo. Depois de três minutos, ele adiciona o restante de água e cobre de novo. Quando serve seu chá ele olha para a cor da bebida e muitas vezes acontece de ele derramar um pouco".

Gostou? Então leia "Sopa de leite, a 'queridinha' de Lênin".

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies