Bigus, o prato polonês que foi parar no cardápio do Exército Vermelho

Legion Media
Já congelou chucrute com salsichas? As donas de casa soviéticas, sim.

O bigus é um prato feito com repolho fresco ou chucrute cozidos com presunto, carne de porco ou cogumelos. O prato teve origem na Lituânia, embora tenha ganhado mais popularidade entre as donas de casa soviéticas na Polônia.

No século 14, as pessoas valorizavam produtos fáceis de conservar. E o bigus não só podia ser mantido por vários dias, mas, com o tempo, foi ganhando sofisticação e adquirindo um sabor mais rico e aromático. Tornou-se o prato típico dos caçadores poloneses, incluindo o rei Vladislau 2º Jogailo, que o saboreava nos intervalos de caça. De acordo com a receita tradicional, adicionava-se carne cozida ao bigus, mas, ao longo do tempo, novos produtos, como embutidos, foram misturados ao prato.

A cozinha soviética sempre ditava que o preparo de um prato fosse o mais simples possível. Sendo assim, o bigus polonês acabou sendo adaptado à realidade do século 20: em vez da mistura de repolho fresco e chucrute, as pessoas começaram a usar apenas repolho fresco, e a carne cozida foi substituída por salsichas. O bigus se tornou tão simples e barato que até o Exército começou a prepará-lo.

As donas de casa gostavam especialmente do fato de que o bigus poderia ser preparado e armazenado: uma parte era consumida de imediato e a outra, congelada; quando descongelado, o bigus não perdia nem um pouco do sabor. 

Bigus com salsichas

Ingredientes:

1 repolho

1 cenoura

2 cebolas

5 salsichas (mas quanto mais salsichas, mais saboroso será o prato)

Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

Pique a cebola bem fininho, rale a cenoura e refogue-a em fogo médio.

Corte o repolho em pedaços, misture-o com as cebolas e a cenoura, acrescente meio copo de água e cozinhe tudo até dourar.

Ferva as salsichas, fatie e adicione-as ao repolho cozido. Misture novamente.

Adicione sal e pimenta

Gostou? Aprenda a fazer também caviar vegetariano

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais