Os doces mais deliciosos do interior russo

Para experimentar o verdadeiro sabor dos doces russos, é preciso ir além do chocolate “Alionka”. Nas diversas regiões do país, cada local tem sua especialidade.

1. Região do Volga

Essa área é famosa por produzir o docinho cremoso “Pomádka” – extremamente popular nos tempos soviéticos devido a seu sabor e textura e por ser fácil de preparar. Para fazer “Pomádka” é preciso apenas manteiga, leite e açúcar. O doce continua popular até hoje, e muitos turistas que visitam a região de Volga costumam compra-lo para levar para casa. Mas, segundo os locais, nos últimos anos o sabor do “Pomádka” mudou para pior, embora ainda seja um grande símbolo gastronômico regional.

2. São Petersburgo e região de Leningrado

Uma das guloseimas mais nostálgicas que se pode encontrar em São Petersburgo é o bolo de waffle “Poliárni” (Polar). Até mesmo as pessoas que moravam em cidades onde o “Poliárni” conheciam o bolo e encomendavam a amigos que iam viajar para São Petersburgo (então Leningrado). Esse bolo gelado tem sabor bem distintivo, sendo feito de várias camadas de waffle cobertas com manteiga. É produzido apenas na região de Leningrado e comercializado em um punhado de cidades russas. Portanto, ao encontrá-lo na Rússia ou por aí, é melhor já garantir pelo menos dois.

3. Sibéria

Para experimentar o verdadeiro espírito siberiano, nada melhor que a geleia russa, ou “varênie”, feita de cedro e pinheiro. Mesmo que essa descrição não cause entusiasmo, é precisa provar essa iguaria antes de recusá-la, pois o sabor tende a surpreender.

Outra especialidade siberiana famosa da é “omitchka”, que foi preparada pela primeira vez em uma fábrica da Omsk em 1971 e, mais tarde, tornou-se popular em todo o país. Essa sobremesa é um híbrido de creme amanteigado doce e queijo processado salgado – bastante incomum, mas com certeza vale a pena saboreá-la.

4. Região de Tula

O “priânik” de Tula é um símbolo nacional da Rússia – atualmente é possível comprá-lo em todo o país, mas a versão autêntica existe apenas na região de Tula. Lá os “prianiki” ainda são feitos conforme a receita tradicional. Esse bolinho de mel pode vir recheado com frutas e leite condensado, entre outras opções. Outra coisa boa é que, hoje, os “prianiki” também são produzidos como suvenires doces. 

5. Cáucaso

Essa região é famosa pelas sobremesas naturais e saudáveis, como “tchurtchkhéla”, graças às frutas e nozes da região. Embora “tchurtchkhéla” seja um doce originalmente georgiano, os locais o adotaram e transformaram-no em marca registrada da região. Feito de nozes, farinha e suco de uva, o “tchurtchkhéla” é uma ótima alternativa para chocolate e doces mais calóricos.

6. Kolomna (Região de Moscou)

Essa pequena cidade na região de Moscou é famosa em toda a Rússia por uma guloseima específica: a Kolómenskaia pastilá. A “pastilá” é uma tradicional sobremesa russa composta por apenas um ingrediente – maçãs. A Kolómenskaia pastilá difere da versão original porque contém açúcar e clara de ovo, além da consistência esfarelenta. O primeiro registro dessa versão foi no século 18.

7. Região de Vologda

Vologda é a chamada capital dos laticínios da Rússia; por isso, muitos produtos lácteos de alta qualidade são produzidos ali. A manteiga de chocolate é, porém, a mais deliciosa delas. Embora não pareça nada de especial, apenas uma mistura de cacau e manteiga, espere até prová-las espalhadas sobre torradas ou biscoitos.

8. Kamtchatka

Já ouviu falar de camarinhas? O Extremo Oriente russo é conhecido por essa fruta incomum. Além disso, os locais preparam “varênie” à base dela. fora dele. O sabor é único, mas ligeiramente pungente. Embora o Kamtchatka não tenha muito a se vangloriar em termos de doces, a geleia de camarinha é uma especialidade local.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies