Onde encontrar comida russa de verdade em Moscou

Opções ficaram mais baratas com a queda do rublo

Opções ficaram mais baratas com a queda do rublo

MariVann
Opções ficam bem debaixo do nariz, mas nem sempre são facilmente identificáveis. Expatriados e turistas estrangeiros compartilham suas experiências na capital.

A principal dica para restaurantes que servem comida tradicional russa aplica-se a todos os tipos de estabelecimentos em Moscou: com a desvalorização do rublo em 2014, você provavelmente se surpreenderá com o quão acessíveis são os preços hoje. Dê um passeio pelo centro da cidade e inicie sua aventura gastronômica.

Click on the map to check out our guide

Javier Garcia, 35, gerente de compras, Madrid (Espanha). Já visitou a Rússia 5 vezes.

“Eu sempre amei sopa e bolinhos russos (pêlmeni). Mas quando comecei a namorar uma russa, percebi que eu não sabia nada sobre a culinária local. No café da manhã agora eu como sirniki. A primeira vez que experimentei foi no restaurante MariVanna perto de Patriárchie Prudi (Lagoas do Patriarca). Minha namorada disse que isso é o que os russos comem pela manhã, e agora até já aprendia a cozinhá-los.

Sirniki são quase obrigatórios no café da manhã Foto: Odessa-mamaSirniki são quase obrigatórios no café da manhã Foto: Odessa-mama

Ela adora ir a restaurantes. Certa vez me trouxe para Odessa-Mama, na Chistye Prudy. Ela disse que eu precisava experimentar salo (gordura de porco salgada) com pão de centeio, alho e vodca. Havia também algumas bebidas estranhas com ervas cujos nomes não me lembro. Eu resisti a prová-las, porque pensei que ficaria enjoado na manhã seguinte, mas ela insistiu. Eram realmente saborosos e não tiveram efeito algum!”

Gordura de porco é acompanhamento tradicional para vodca Foto: Odessa-mamaGordura de porco é acompanhamento tradicional para vodca Foto: Odessa-mama

Lara McCoy, 38, produtora de internet para a rádio WAMU, Washington (EUA). Viveu em Moscou por 9 anos.

“Admito que não sou grande fã de comida russa, mas meu lugar favorito em Moscou para comida russa – e o lugar para onde sempre levava visitantes de fora – é o Dacha Na Pokrovke. Eles oferecem todos os clássicos: salada Olivier (salada russa), borsch, uma ampla variedade de tortas recheadas. A comida é fresquinha, não é engordurada, e eles seguem as receitas tradicionais em vez de testar tendências modernas. Um dos meus pratos favoritos lá é a salada de maçã com aipo. O ambiente, em um casarão antigo, combina com a comida, e os preços são insuperáveis.”

“Stolovaia” e “riumotchnaia”

Em Moscou há vários tipos de cafés. Os mais comuns são os “stolovaias” – cantinas populares nos tempos soviéticos entre a classe trabalhadora – e os “rumotchnaias” – pubs tradicionais russos com vodca e cerveja. Ambos os tipos são bem baratos, perto de estações de metrô e oferecem comida de qualidades variadas. É por isso que sempre vale a pena perguntar para um local antes de ir a um desses lugares.

Ajay Kamalakaran, 37, jornalista e escritor, Mumbai (Índia). Visitou a Rússia 12 vezes

“Quando se trata de culinária russa em Moscou, nada se compara aos stolovaias que servem pratos tradicionais. O Mu-Mu, por exemplo, tem boa variedade de comida russa, além de opções vegetarianas, incluindo borsch sem carne.

O Jagannath tem boas opções vegan de sopas e saladas. Eles fazem um delicioso rassólnik vegan e a mais deliciosa solianka vegan da capital. Também já provei lá os shashlik (kebabs russos) com carne de soja e não são ruins. O Jagannath perto da estação de metrô Tagankskaya é mais espaçoso do que o da Kuznetsky Most.”

Com ou sem carne, borsch é uma das sopas mais pedidas Foto: Mu-MuCom ou sem carne, borsch é uma das sopas mais pedidas Foto: Mu-Mu

Lucia Bellinello, 31 anos, jornalista, Roma (Itália). Viveu em Moscou por quase 3 anos.

“Eu gosto do riumotchnaia na rua Bolshaya Nikitskaya, porque tem uma verdadeira atmosfera russa. Até já vi o famoso escritor Dmítri Bikov lá! Gosto de como eles preparam culinária internacional: hambúrgueres, dolma e batatinhas. Não bebo vodca, mas sempre peço cerveja ou kompot, um tipo de suco feito de frutas cozidas.”

Casa ou datcha de um amigo russo

Os russos não costumam comer pratos tradicionais russos em restaurantes – nessas horas, a preferência é por comida continental, japonesa ou georgiana. Isso porque as tradições culinárias são muito fortes nas famílias russas: quase todas as geladeiras e freezers do país ficam repletas de sopas caseiras, pelmêni, geleias ou salo.

Daniel Lawrence, 32, empresário e proprietário da Superfood Farm (na região de Moscou), EUA. Viveu na Rússia por 6 anos.

“Minha experiência com a cozinha russa se deve sobretudo a amigos russos em suas casas, durante ocasiões especiais, visitando suas datchas (casa de campo) no verão. O que os americanos [e também brasileiros] se referem como ‘salada russa’ é conhecida aqui como salada Olivier, e é apenas uma das tantas saladas de maionese locais que podem incluir ingredientes como batata, ovo, cenoura, carne, presunto, milho, pepino, ervilhas. E a lista continua.”

Salada Olivier, conhecida internacionalmente como salada russa Foto: Lori/Legion-MediaSalada Olivier, conhecida internacionalmente como salada russa Foto: Lori/Legion-Media

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.