Como os soviéticos comemoravam seus aniversários? (FOTOS)

Família de engenheiro moscovita celebra aniversário da filha.

Família de engenheiro moscovita celebra aniversário da filha.

Boris Babanov/Sputnik
Os aniversários na URSS, tanto de crianças como de adultos, sempre foram experiências sociais e divertidas!

Os valores e o poder aquisitivo dos soviéticos eram muito diferentes dos da classe média em países ocidentais. E sequer existiam no país havia “bufês infantis” ou agências de organização de eventos... Assim, para celebrar aniversários os soviéticos colocavam a criatividade para funcionar!

Crianças felicitam colega de classe por aniversário.

Em aniversários infantis, a mãe ou a avó da criança, levava um bolo feito por ela mesma para a escola ou o jardim de infância — nada diferente do Brasil dos anos 1980 — para que o aniversariante dividisse com os colegas.

Normalmente, a festinha na escola era modesta. Havia um pequeno bolo ou doces, pão de mel e waffles - só o suficiente para fazer a alegria dos amigos do aniversariante.

O aniversário de uma criança comum na URSS era assim.

A criança aniversariante ganhava puxões de orelha um número de vezes igual à sua idade, enquanto todos na sala contavam em voz alta. Às vezes, o puxão era substituído: as outras criançs balançavam o aniversariante e o jogavam no ar. Então todos gritavam “urá!” e começavam a comer os doces ou o bolo com chá.

Às vezes, o aniversariante podia convidar seus melhores amigos para uma festa em casa. Nesse caso, o cardápio costumava ser mais elaborado e, além dos doces, incluía também um prato principal como frango ou peixe com batatas, saladas, frutas, compotas caseiras e chá.

Festa de aniversário típica na URSS nos anos 1960.

O interior dos apartamentos onde se comemorava o aniversário era às vezes decorado com enfeites de papel feitos à mão, fotos da criança aniversariante e balões.

Decoração feita à mão mostrando a criança aniversariante.

Como organizar uma festa em casa exigia mais esforço do que levar guloseimas para a escola, esperava-se que os convidados trouxessem presentes mais substanciais e valiosos. Embora os pais da criança aniversariante às vezes optassem por dar coisas práticas, como roupas novas ou itens escolares (mochilas etc.), as outras crianças geralmente traziam algo mais divertido, embora menos prático, como brinquedos ou outros objetos de interesse das crianças.

Crianças com presentes.

Depois que todos tinham comido o suficiente, os convidados e o aniversariante começavam a brincar — ou dentro de casa ou, na maioria das vezes, fora. As crianças menores brincavam de esconde-esconde ou polícia e bandido, que era conhecido na URSS como "Cossacos e Malandros".

Festa de aniversário do então futuro diretor de cinema Egor Kontchalóvski, 1972.

Às vezes, os convidados ficavam mais tempo na casa da criança aniversariante e jogavam um jogo que parecia aquele do balão que é estourado com um bastão em aniversários no Brasil: na URSS, vários de brinquedos e outros objetos de valor eram amarrados a cordas que desciam de outro barbante, que ficava em posição horizontal. Os convidados cobriam os olhos com uma faixa e se revezavam para cortar os barbantes usando a tesoura para pegar os brinquedos.

Mulheres celebram aniversário de amiga, 1979.

Mas nem todo mundo que cresceu na União Soviética tinha lembranças felizes de aniversário. Vinte por cento das crianças que cresceram em áreas rurais da URSS entre o final dos anos 1960 e o final dos anos 1980 não celebravam seus aniversários, de acordo com pesquisadores locais.

Os adultos comemoravam seus aniversários no trabalho com colegas ou em casa com amigos. Se no dia do aniversário fossem à fábrica ou ao escritório, os próprios aniversariantes também tinham que trazer comida e bebida para celebrar com os colegas.

Mulheres comemoram aniversário de colega em fábrica de roupas na Moldávia soviética.

Em troca, os colegas parabenizavam o aniversariante e lhe davam presentes.

Alguns homens soviéticos podiam se dar ao luxo de organizar uma festa maior. O artista e ator soviético Anatóli Ielisseiev, por exemplo, levou os amigos à sauna “Sanduni” para celebrar o aniversário em 1971.

Homens bebem cerveja e comem peixe desidratado...

Enquanto isso, políticos poderosos adoravam festas de aniversário luxuosas.

Esta foto mostra a festa de aniversário de Leonid Brejnev em 1977, quando o secretário-geral da URSS completava 70 anos.

Festas pesadas também eram realizadas pelas celebridades soviéticas.

Festa de aniversário do músico soviético Herman Vinogradov, em 1988.

LEIA TAMBÉM: 8 modos de parabenizar em russo para aprender em 5 (ou 10) minutos

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies