Fotos de arquivo de vacinações na Rússia e na URSS

Viktor Erchov/MAMM/MDF
As primeiras vacinações surgiram na época dos tsares e foram intensificadas pelos soviéticos.

O mundo inteiro está na corrida pela vacina contra covid-19. Na Rússia, assim como no Brasil, a vacinação sempre fez parte da rotina: as crianças recebem diversas vacinas, os animais são vacinados (pelo menos, os domésticos) periodicamente etc.

A primeira vacina na Rússia foi implementada por Catarina, a Grande. Em 1768, a imperatriz foi vacinada contra varíola e se tornou um exemplo para a nação. Em 1919, as autoridades soviéticas lançaram a primeira campanha obrigatória de vacinação contra a varíola e outras.

Em 1958, foi elaborada a primeira lista de vacinas obrigatórias e recomendadas, incluindo imunizantes contra varíola, tuberculose, coqueluche, difteria e poliomielite. Mais tarde, as crianças passaram a ser vacinadas também contra hepatite, sarampo e rubéola. Na Rússia moderna, a vacina contra a gripe é disponibilizada gratuitamente há anos.

1. Soldados sendo vacinados contra cólera durante a Primeira Guerra Mundial, 1914

2. Enfermeira no Instituto de Vacina e Soro em Tachkent, Uzbequistão soviético, anos 1920

3. Testes de vacinas contra gripe, década de 1950

4. Outro método de vacinação contra a gripe, década de 1950

5. Preparando-se para vacina, 1979

6. Pessoas sendo vacinadas contra gripe na usina metalúrgica de Novokuznetsk, 1980

7. Vaca sendo vacinada contra o antraz, 1981

8. Procedimento de vacinação em um hospital rural, 1988

VEJA TAMBÉM: 9 pôsteres soviéticos que ensinam a lavar as mãos e são mais atuais que nunca agora!

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies