Os nada menos que TRÊS MIL túmulos megalíticos da Rússia

Dolmen no vale do rio Jané.

Dolmen no vale do rio Jané.

Legion Media
Nas encostas ocidentais das montanhas do Cáucaso russo, uma cultura antiga deixou para trás verdadeiras obras-primas.
Dolmen em floresta próxima a Guelendjik, Rússia.

1. Dolmens são túmulos megalíticos, ou seja, feitos com grandes pedras. Eles podem ser do tamanho de uma casa, são encontrados em muitos lugares da Terra e datam de 3.000 antes de Cristo.

Dolmen Chapsugski.

2. Na Rússia, nas encostas das montanhas do Cáucaso Ocidental e nas planícies do mapa abaixo, existem quase 3.000 dolmens. Somente seis por cento deles foram escavados ou estudados.

Dolmen antigo no vale do rio Jané que data entre os séculos 7 a 15. Sudeste de Guelendjik.

3. Os moradores locais chamam essas estruturas de “casas dos mortos” em diversos idiomas. Estes dolmens datam de aproximadamente dos anos 3.000 a 2.000 antes de Cristo. Eles foram usados ​​como túmulos inicialmente e, posteriormente, reutilizados por outras culturas para a mesma função.

Dolmens antigos no vale do rio Jané na região russa de Krasnodar.

4. Os dolmens foram criados com arenitos e pedras calcárias, relativamente fáceis de cortar e moldar forma. Por vezes, as lajes pesadas tinham que ser transportadas por muitos quilômetros. Alguns instrumentos, como as pedras usadas para talhar, foram encontrados perto dos dolmens. Parte deles foi detectada por rastros: é óbvio, por exemplo, que os construtores usaram formões de bronze.

Dolmen na aldeia de Pchada, Krasnodar Krai, Rússia.

5. Era inútil buscar tesouros dentro dos dolmens, mas muitos deles foram saqueados, vandalizados e destruídos. Após a Segunda Guerra Mundial, muitos dolmens foram usados ​​como câmaras de explosão – para se livrar de bombas velhas, promovia-se sua explosão dentro de dolmens.

Dolmen na montanha Neksis, na Rússia.

6. Os dolmens geralmente estão situados em planaltos no topo de colinas ou em suas encostas ensolaradas. Eles costumam estar voltados aos astros para fins de culto.

Dolmen destruído no vale do rio Jané.

7. Alguns dolmens claramente funcionavam como criptas familiares. Em um deles, descobriu-se um altar de pedra. Alguns complexos de dolmen foram projetados para serem visitados por grandes grupos de pessoas para cerimônias religiosas.

Dolmen em Guelenjik.

8. Existem dolmens que são decorados com estacas de pedra. Muitos deles têm marcas circulares, as chamadas “cup marks” – uma forma de arte cult pré-histórica.

Dolmen Volkônski.

9. O único dolmen de monólito em tamanho real que sobreviveu até a contemporaneidade é o de Volkônski. Sua câmara interna foi esculpida na rocha de arenito através de um pequeno orifício de entrada. É um artesanato antigo fascinante!

Dolmen na fornteira natural de Bjef, em Lazarievski, próximo a Sôtchi.

VEJA TAMBÉM: Os mais belos locais de devoção na Rússia

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies