20 cartazes soviéticos sobre saúde

V.V. Selivanov, Arquivo
A URSS realmente se importava com seus cidadãos - bem pelo menos com sua saúde! Afinal, se eles não fossem fortes e saudáveis, não seriam membros produtivos do proletariado!

1. As autoridades soviéticas regulamentavam todas as esferas da vida no país desde o início, no nascimento da criança. Havia regras estritas sobre como alimentar, lavar e cuidar de um bebê. Em um dos cartazes mais famosos da época se lê: "Nossos filhos não devem ficar com diarreia". Ele ainda oferece conselhos sobre como manter limpos os pratos dos bebês e de crianças pequenas.

2. Os soviéticos também se preocupavam muito com a saúde das mulheres, já que queriam que elas permanecessem saudáveis ​​e não tirassem folga do trabalho. "Mulheres! Lavem suas panelas todos os dias!”

3. Na verdade, esses pôsteres eram, às vezes, a única fonte de informação de jovens moças. “Você está cuidando dos seus mamilos? Condicione-os com água fria todos os dias."

3. O condicionamento à temperatura - ou o fortalecimento da imunidade - era um dos métodos mais populares de aplicação da medicina soviética. Acreditava-se que isso ajudava a prevenir muitas questões de saúde, especialmente resfriados. As crianças dos jardins de infância soviéticos tiravam sonecas ao ar livre, mesmo em um frio congelante. "Se você quer ser saudável, condicione-se!"

4. "Evite a propagação da gripe!" O governo incentivava as pessoas a chamarem o médico e a não trabalhar em caso de gripe para evitar infectar outras pessoas.

5. No início do período soviético – e, particularmente, durante a guerra - as autoridades soviéticas tiveram que combater os baixos níveis de educação, avisando as pessoas: "Não bebam água não tratada".

6. “Cuidado com a disenteria”: este cartaz também recomenda beber somente água fervida, além de lavar os legumes. Muitos camponeses estavam acostumados a comer a produção diretamente do solo.

7. Outra doença que os soviéticos tiveram que combater foi a cólera. As restrições eram similares: evitar água que não fosse tratada, não comer nada de mercados aleatórios, pois eram sujos e cheios de moscas.

8. “Lutando por uma vida saudável derrotaremos a tuberculose.” Na União Soviética, a doença era levada a sério e diversos institutos de pesquisa científica foram criados para combatê-la.

9. Um dos conselhos mais comuns para era que as pessoas mantivessem a forma. “Tenha uma dieta variada, regular e moderada. Ganhar peso significa envelhecer!”

10. Os jovens eram forçados a praticar esportes, afinal “esporte é saúde e beleza”.

11. Um dos slogans soviéticos mais populares era uma variação do latino mens sana in corpore sano: "Corpo são, mente sã".

12. Como os russos sempre foram uma nação de altos bebuns, os soviéticos incentivavam ativamente a sobriedade. Este cartaz mostra como um homem fica depois de uma visita de seus “velhos amigos”: vodca e cigarros.

13. Os homens eram aconselhados a cuidar do coração. Não fique estressado no trabalho, não fume, coma e durma bem e fique ao ar livre.

14. Oficialmente, não existia sexo na União Soviética... Por isso, as pessoas tinham pouca educação sexual e nenhuma ideia de proteção. Como resultado, as autoridades soviéticas foram obrigadas a alertar sobre os perigos de casos passageiros e como lidar com doenças venéreas o mais rápido possível.

15. “Ser doador é uma grande honra para um patriota.” Quem doava sangue ganhava um feriado extra (e os estudantes eram liberados das aulas naquele dia).

  1. Ser médico era uma profissão muito honrosa (e os médicos eram altamente respeitados e considerados pessoas inteligentes e instruídas). "O médico é amigo da nação!"

17. Um dos conselhos mais frequentes -atrás apenas do de praticar esportes - era para que se escovassem os dentes. A maioria dos russos não estava acostumada a fazê-lo, principalmente os camponeses. Por isso, os soviéticos começaram a anunciar pó dentifrício e pasta e forçar as crianças a escovar os dentes.

18. Este cartaz explica aos adultos como a dor de dentes podem ser perigosa e evitar o dentista pode até causar doenças cardíacas.

19. Também se aconselhava que as pessoas visitassem o oftalmologista se tivessem problemas de vista e não tentassem remédios caseiros. Um teste de visão devia ser feito anualmente, e o estrabismo devia ser tratado o mais rápido possível, com os óculos certos.

20. E, finalmente, alguns conselhos atemporais: "Lave as mãos antes de comer!"

LEIA TAMBÉM: Como funcionava o ‘SUS soviético’

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies