7 selos soviéticos colecionáveis da Segunda Guerra Mundial com imagens de aviões

A propaganda soviética não influenciou o povo russo apenas por meio de cartazes de cinema. A filatelia também teve participação entre os esforços para aumentar a autoestima do povo da URSS em seu momento de maior perigo. E nada melhor para isso do que usar os aviões que descarregavam sua fúria vermelha em cima das hordas fascistas invasoras.

1. Polikárpov Po-2

Selo postal dedicado ao biplano Po-2. O segundo avião mais produzido e também o biplano mais produzido da história da aviação desempenhou inúmeros funções durante a guerra, entre as quais as de conexão, ataque leve, assédio noturno e aeronave de propaganda, com microfone e alto-falantes.

2. Iliushin Il-2

O lendário “tanque com asas” Il-2, pesadelo das forças terrestres do Terceiro Reich, não poderia deixar de ter seu próprio selo.

3. Iákovlev Yak-9

Neste inspirador selo emitido em 1945, um caça Yak-9 derruba um bombardeiro bimotor alemão.

4. Iliushin Il-4

Selo postal da URSS do fim de 1942. Mostra Nikolái Gastello e seu ataque “taran” (algo parecido com os kamikazes japoneses) realizado contra una coluna de tanques alemães a bordo de um bombardeiro Iliushin Il-4.

5. Petliakov Pe-2

Selo soviético que mostra o rápido bombardeiro manobrável Pe-2.

6. Petliakov Pe-8

Neste selo da URSS, distribuído em 1945, se pode apreciar em toda sua grandeza o bombardeiro pesado soviético Pe-8.

7. Lávochkin-Gorbunov-Gudkov LaGG-3

Derrubado em 1942, o herói da União Soviética, Timur Frunze, era filho do revolucionário Mikhaíl Frunze, que em novembro de 1920 reconquistou a Crimeia e expulsou as tropas do general branco Piótr Wrangel fora da Rússia. Neste selo se pode ver um enfrentamento entre o caça LaGG-3, pilotado por Timur Frunze, e bombardeiros alemães, Ju-87 Stuka.

LEIA TAMBÉM: Heróis da correspondência: como os carteiros russos interligaram o imenso país

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies