1030 anos de Cristianismo Russo em 8 pérolas arquitetônicas

Legion Media
Faz mais de um milênio que o príncipe Vladímir substituiu o paganismo pelo cristianismo ortodoxo – e a história pode ser recontada por meio dessas catedrais.

1. Catedral de Santa Sofia, em Kiev

A Rus Kievana, o enorme e antigo Estado de tribos eslavas do Leste Europeu que, no final do primeiro milênio d.C., abrangia os territórios da atual Rússia, Ucrânia e Bielorrússia, foi batizado pelo príncipe Vladímir em 988. Ele optou pelo cristianismo ortodoxo principalmente devido aos laços estreitos que a Rus mantinha com o Império Bizantino, onde já era praticado. Alguns historiadores argumentam que foi Vladimir quem começou a construção da enorme Catedral de Santa Sofia em Kiev. A igreja recebeu o nome da principal catedral de Constantinopla, a Hagia Sophia.

2. Catedral de Santa Sofia, em Novgorod

Outra Catedral de Santa Sofia, porém em Novgorod, no norte da Rússia, foi erguida quando o filho de Vladimir, o grão-príncipe Iaroslav 1º, o Sábio, governou. As duas igrejas de Sofia, nos dois principais centros de poder da Rus Kievana, eram símbolos de unidade no fragmentado Estado eslavo. Os edifícios de pedra solenes também ofereciam uma imagem poderosa da nova religião que passou a dominar a Rus.

3. Mosteiro de Kiev-Petchersk (ou Petcherska Lavra)

O Petcherska Lavra foi um dos primeiros mosteiros estabelecidos na Rus Kievana, também durante o reinado de Iaroslav 1º, em meados do século 11. Acredita-se que a mais antiga crônica eslava do leste, a Crônica Primária, tenha sido escrita por um monge local chamado Nestor, que destaca a importância da igreja como uma instituição cultural. Ele foi posteriormente canonizado pela Igreja Ortodoxa Russa.

4. Igreja da Intercessão no rio Nerl

A Igreja da Intercessão no rio Nerl, construída em meados do século 12, está situada perto da cidade de Vladímir. Tornou-se o principal centro do antigo Estado russo, comandando Kiev e os principados do sul. A igreja é considerada um dos mais belos monumentos da arquitetura russa antiga. Como disse um historiador de arte, a “harmonia sutil da igreja remete sua arquitetura à música espirituosa e prófuga”.

5. Catedral da Dormição, em Vladímir

Com a ascensão de Vladímir e Rus do Norte como um todo, a Catedral da Dormição gradualmente se tornou a principal igreja da Rus Kievana. Em 1299, o metropolita de Kiev, líder da Igreja Ortodoxa na Rus, deixou a antiga capital russa completamente devastada pela invasão mongol e transferiu sua residência para a cidade de Vladímir. As coroações dos grão-príncipes de Vladímir e Moscou ocorreram nessa catedral.

6. Mosteiro da Trindade-São Sérgio (ou Lavra da Trindade e São Sérgio)

O Mosteiro da Trindade-São Sérgio (a 50 quilômetros de Moscou)é o maior monastério russo e centro espiritual da Igreja Ortodoxa Russa. Desempenhou um papel importante na vida política da Rússia Medieval. O fundador do mosteiro, Sérgio de Radonej – que se tornou um dos santos russos mais venerados – deu supostamente sua bênção ao príncipe Dmítri de Moscou, antes de este partir para lutar contra os mongóis, que durante dois séculos ocuparam a Rússia.

7. Catedral da Dormição, em Moscou

A Catedral da Dormição no Kremlin de Moscou foi construída pelo renomado arquiteto italiano Aristotele Fioravanti no final do século 15, depois que a Rússia se livrou dos últimos remanescentes da vassalagem mongol. A Catedral da Dormição foi a principal igreja russa até a Revolução de 1917. A partir de meados do século 16, testemunhou a coroação de todos os monarcas russos.

8. Catedral de Cristo Salvador, em Moscou

A Catedral de Cristo Salvador é o edifício ortodoxo mais alto do planeta. A igreja atual foi construída apenas duas décadas atrás, depois de ter sido demolida por Iossef Stálin na década de 1930 e substituída por uma piscina. Após a queda da URSS, o então presidente Boris Iéltsin tomou a decisão de restaurar a igreja, apesar da situação deplorável das finanças públicas.

Pensa em visitar alguns desses templos, mas não segue a religião ortodoxa russa? Saiba como se comportar nas igrejas.  

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies