Como as armas capturadas na 2ª Guerra eram reusadas por tropas alemãs e soviéticas

Arquivo
Durante o conflito, ambos os lados empregavam armamento capturado do inimigo. Embora não fossem necessariamente as melhores, essas armas eram como troféus.

Oficial alemão sobre tanque blindado soviético BA-3. Este modelo, assim como os BA-6 e BA-10, eram especialmente populares entre as tropas finlandesas. Alguns desses veículos capturados foram usados na Finlândia até meados da década de 1950.

Bf-109 alemão capturado em uso por soldados soviéticos.

Tanque leve russo BT-7 empregado pela Wehrmacht. Em 1942, os finlandeses projetaram o canhão de assalto BT-42 sobre um BT-7 capturado.

Ex-reforço da Luftwaffe, este caça multifuncional Fw 190 D-9 foi tomado pelo grupo aéreo da Frota do Báltico soviética.

Avião alemão com três motores Junkers Ju 52 era frequentemente usado para transportar carga na retaguarda soviética.

Tanque pesado KV-1 soviético em serviço na 1ª Divisão Panzer da Wehrmacht.

Tanque pesado KV-2 equipado com cúpula do comandante tipicamente alemã.

Soldados soviéticos com metralhadora MG34.

Fácil de usar e fidedigna, metralhadora PPSh-41 era muito popular entre soldados alemães. Alguns dos modelos capturados foram recalibrados para o cartucho alemão de 9 mm (o original era de 7,62 mm).

Tripulação soviética a bordo de tanque PzKpfw III, ou Panzer III,.

Tanque médio alemão PzKpfw III em uso por militares soviéticos.

Os soldados soviéticos do 107º Batalhão de Tanques posam sobre modelo alemão PzKpfw III em 1942.

PzKpfw IV com tripulação soviética da 151ª Brigada de Tanques em 1943.

Antes de serem capturados pelos soviéticos, esses tanques PzKpfw V Panther pertenciam à 5ª Divisão SS Panzer Wiking. Esses modelos formavam um pelotão separado integrado ao 8º Corpo de Tanques de Guarda do Exército Vermelho.

Pelotão soviético de Panthers nos entornos de Varsóvia, em 1944.

O blindado semilagarta alemão Sd.Kfz. 250 era usada pelos soviéticos para missões de reconhecimento perto de Mozdok, no Cáucaso do Norte. Esse veículo era equipado com uma metralhadora ligeira soviética DP-28.

Tanque leve soviético T-26 em uma unidade militar da Wehrmacht.

Tanques soviéticos KV-2 e T-34 passaram a reforçar o 66º Batalhão de Tanque para Propósito Especial alemão.

T-34 na divisão de tanques Grossdeutschland (Grande Alemanha) em 1943.

Tanques T-34 na 3ª Divisão SS Totenkopf em 1942.

Tanque leve soviético T-60 transformado pelos alemães em um transportador blindado: a torre de tiro foi removida, e uma metralhadora MG34, montada em seu lugar.

Veja também como os aviões soviéticos eram decorados durante a 2ª Guerra

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais