Projetos de automóveis soviéticos que morreram com a URSS; veja fotos

Esses projetos tinham como objetivo dar nova vida à indústria automobilística soviética, mas, devido ao fim do regime, eles jamais entraram em produção em série. O Russia Beyond apresenta abaixo os melhores protótipos de carro soviéticos.

AZLK-2143

O AZLK-2143 “Yauza” foi desenvolvido pela planta automotiva AZLK (Fábrica de Automóveis Lênin Komsomol) no final dos anos 1980. Embora esse carro tivesse design futurista, com dois níveis de janelas, apenas a menor delas podia ser abaixada. Após três protótipos, o carro inspirou a criação do VAZ-2110, que teve mais sorte.

VAZ-2702

As vans, ou furgões, de entrega na União Soviética não tinham boas condições, e o VAZ-2702 “Pony” deveria resolver esse problema. Infelizmente, esse modelo era tão frágil que partiu em dois durante um teste de colisão.

MAZ-2000 “Perestroika”

Com nome em homenagem ao conjunto de reformas políticas iniciadas por Gorbatchov, o MAZ-2000 também falhou e não sobreviveu à queda da União Soviética – embora apresentasse uma série de inovações revolucionárias, incluindo design modular e cabine do motorista em formato aerodinâmico. 

Moskivch-2144 “Istra”

O modelo de 1985 era notável por suas enormes janelas e portas ‘asa de gaivota’, até então inexistentes na URSS. A queda da regime pôs fim a esse projeto promissor.

Zil-4102 “Michka” e “Raika”

Este carro foi projetado por ordem de Mikhail Gorbatchov. Modelos Rolls Royce foram tomados como ponto de partida, mas, no final, o Zil-4102 parecia mais com a limusine Cadillac Fleetwood de 1985. Dois protótipos foram produzidos e ficaram não oficialmente conhecidos como ‘Michka’ e ‘Raika’ (formas afetuosas de dizer ‘Mikhail’ e ‘Raisa’, referindo-se a Gorbatchov e sua esposa). No entanto, o presidente soviético não gostou do resultado, e o carro nunca foi produzido em massa.

Moskvich-3733 “Tonnik”

Esse micro-ônibus de oito assentos foi projetado conjuntamente por engenheiros soviéticos e tchecoslovacos. Vários protótipos foram feitos, mas, depois de 1991, nem Moscou nem Praga viram esse carros circulando pelas ruas.

RAF-M1 “Roksana”

Projetado pela planta automotiva RAF, baseada em Riga, esse micro-ônibus, um dos poucos carros conceito soviéticos, sobreviveu à queda da URSS e, depois de atualizado, foi lançado pela recém-independente Letônia como o RAF “Stilis” (‘estilo’, em letão ) em 1993. No entanto, o país não era capaz de fabricar o carro por conta própria, e os parceiros estrangeiros não tinham interesse ​​no desenvolvimento e na coprodução de carros pós-soviéticos na época.

UAZ-3170 “Simbir”

Esse modelo soviético off-road passou por testes nas cordilheiras Pamir e Tian Shan, na Ásia Central. O carro deve ser usado tanto no setor civil como no militar, mas acabou sendo abandonado por ambos em meio ao caos pós-soviético. Muitos dos seus conceitos de design foram reutilizados mais tarde no UAZ Patriot.

NAMI “Otchta”

O Otchta, projetado pelo centro de pesquisa de automóveis NAMI, com sede em Leningrado (atual São Petersburgo), podia se orgulhar de suas características aerodinâmicas. Mas o projeto foi arruinado por um incidente bobo. Voltando para casa de uma exposição internacional, o carro foi confiscado por funcionários aduaneiros soviéticos devido a tributos não pagos. Depois de uma longa estadia no estacionamento do serviço aduaneiro, o carro voltou a seus criadores em péssimas condições, o que tirou o entusiasmo dos projetistas de Leningrado. 

NAMI-0290 “Laranja”

O brilhante NAMI-0290 era notável não só por sua cor. Tratava-se de um dos melhores carros esportivos soviéticos nos últimos anos do regime. Porém, durante os anos 1990, foi cortado em pedaços e esquecido por completo.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Leia mais