Por que câmeras de carros são tão populares na Rússia?

Ilustração: Grigory Avoyan

Ilustração: Grigory Avoyan

Acidentes terríveis, motoristas brigando com tacos de beisebol, animais selvagens surgindo do nada...é difícil pensar em uma cena que não possa ser vista nas câmeras de carro da Rússia. Especialistas dizem que elas são essenciais por causa do trânsito imprevisível e golpes nas estradas.

O impacto do meteorito no dia 15 de fevereiro de 2013 em Tcheliábinsk (1493 km de Moscou) teve atenção quase que imediata da mídia. Dezenas de motoristas russos capturaram o meteorito cruzando o céu em suas câmeras nos carros e jogaram os vídeos na rede. Filmados de diferentes ângulos os vídeos eram parecidos: uma bola de fogo caindo de forma graciosa na manhã, chocando as testemunhas em silêncio...ou xingando como marinheiros.

Fonte: YouTube/Avto Primochki

O amor dos russos pelas câmeras de bordo atraiu atenção mundial na época. Os estrangeiros estavam surpresos com a quantidade de câmeras nos veículos e se perguntavam se os motoristas no país eram obrigados a ter os equipamentos.

Não, não são. Mas elas são muito populares.

Testemunhando todos os tipos de coisa

Fonte: YouTube/Dmitry Pisanko

Alguém pode achar vídeos selvagens e estranhos ao buscar "Câmeras de Carro Russas" ou "Motoristas russos" no Youtube. Por vezes um idoso atinge (3:20) um ônibus com sua maleta depois de uma discussão com o motorista. Ou um escapa (2:37) pela porta de um carro de polícia quando ele para.

Fonte: YouTube/Олег Фалалеев

Por outro lado, em um vídeo igualmente épico, um policial entra no carro de um homem e os dois perseguem um motorista que atingiu um carro estacionado. Sem mencionar acidentes sem fim, explosões e até animais selvagens surgindo na estrada.

Fonte: YouTube/Артем Сильнягин

Quem assiste a esses vídeos parece ficar chocado. "Na Rússia os motoristas dirigem como se fossem imortais", "câmeras dos carros na Rússia são melhores que Hollywood" - esses são alguns comentários típicos dos vídeos no YouTube.

Muitos comparam o mundo das estradas russas com jogos eletrônicos, especialmente quando acontecem brigas entre motoristas. "A Rússia é uma versão real de Grand Theft Auto!", disse Jon Stewart, ex-apresentador do programa americano The Daily Show, quando comentou um vídeo em que dois homens se enfrentavam com um bastão de beisebol e uma machadinha.

De toda forma, isso não significa que as estradas russas são apenas cheias de violência e raiva. Existem outras compilações com momentos positivos flagrados pelas câmeras: motoristas ajudando senhoras a atravessar a rua, carros parando para a passagem de gatos e cachorros, motoristas se ajudando em situações difíceis. "Tenho certeza de que existem mais motoristas cuidadosos e que respeitam a lei do que malucos", diz Andrêi, 50, que tem um carro e uma câmera, em entrevista à Gazeta Russa.

Câmeras x Golpes

A principal razão para se ter uma câmera no carro na Rússia é para evitar qualquer problema de compreensão. Tudo que acontece na frente do carro está gravado, send impossível enganar a polícia ou a justiça.

Provas são essenciais, uma vez que alguns golpistas tentam enganar motoristas para pegar o dinheiro deles. Por exemplo, pedestres podem se jogar nos capôs dos carros para fingir terem sido atingidos. Ou um carro na sua frente pode engatar a marcha ré para provocar um acidente. 

Fonte: YouTube/DashCamPro

"Você pode entrar no carro sem as calças, mas nunca sem sua câmera" disse Aleksêi Dozorov, um ativista dos direitos dos motoristas, em entrevista à Rádio Liberty, em 2012. Ele recordou muitas situações em que a câmera ajudou a economizar muito dinheiro.

A situação não parece ter mudado muito desde então, acredita Víktor Travin, um advogado que protege os interesses dos motoristas russos. Ele diz que os vídeos são a única prova 100% sólida e recomenda aos motoristas que usem as câmeras. "A polícia ou o juiz podem questionar o passageiro e pensar que ele ou ela está mentindo para provar o seu ponto de vista. Mas é impossível não acreditar em um vídeo", disse à Gazeta Russa.

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.