8 marcas de estilistas russos que vestem as estrelas de Hollywood (FOTOS)

Georgia May Jagger com as roupas de Alena Akhmadullina, Dita von Teese com roupas de Sergeenko e Kate Hudson vestindo Yanina.

Georgia May Jagger com as roupas de Alena Akhmadullina, Dita von Teese com roupas de Sergeenko e Kate Hudson vestindo Yanina.

JB Lacroix, Andreas Rentz/Getty Images; Legion Media
Lady Gaga, Gigi Hadid e Ariana Grande são apenas algumas das fãs de estilistas russos!

1. Lesyanebo

Em 2014, a aspirante a designer de moda Olesya Shipovskaya se divorciou e estava sozinha com uma filha. Foi quando ela teve a ideia de abrir uma conta no Instagram e vender ali tailleurs justos, vestidos com babados, broches de contas e chapéus com véus.

Depois de alguns anos, sua marca cresceu e se tornou um negócio de sucesso. Os modelos mais vendidos por ela são terninhos básicos com tamanhos grandes em diferentes tons.

Em 2019, as roupas da marca foram usadas pela primeira vez por Gigi Hadid. A moda foi seguida por Heidi Klum, Tina Kunaki, Natalia Vodianova e outras estrelas.

2. Ulyana Sergeenko

Dita Von Teese participa do desfile da Ulyana Sergeenko Haute Couture Primavera/Verão 2020 na Semana da Moda de Paris.

Esta estilista do Cazaquistão fundou sua marca homônima de vestidos femininos com um "toque russo" em 2011. Apenas um ano depois, ela já apresentava sua coleção no Théâtre Marigny, na Champs-Élysées, em Paris.

Sergeenko é formada pelo departamento de filologia da Universidade de São Petersburgo. Ela virou uma estrela do streetwear e se casou com o bilionário Danil Khachaturov, ex-presidente do Rosgosstrakh Group, de quem se divorciou em 2013.

Em 2015, a marca foi a única participante oficial da Rússia na Haute Couture Week, em Paris.

Não só as celebridades russas são atraídas por suas roupas com renda Vologda e bordados à mão russos antigos inspirados nos ornamentos folclóricos e na estética soviética.

As roupas de Ulyana Sergeenko já foram usadas por Lady Gaga, Dita Von Teese, Beyonce e muitas outras.

3. Yanina Couture

“Os amantes da moda vão à Yanina Couture pelo mesmo motivo que os parisienses da década de 1950 buscavam a Dior: belos vestidos envoltos em luxo”, lê-se no site desta marca de vestidos românticos bordados, também popular entre as estrelas de Hollywood.

A casa de moda começou em um pequeno estúdio em Saratov fundado pela estilista Yulia Yanina, em 1993.

Quando criança, Yanina adorava vestir bonecas que seu pai trazia do exterior. Agora, são os vestidos dela que vestem as estrelas Gigi Hadid, Emma Roberts, Meryem Uzerli (estrela do drama turco Muhteşem Yüzyıl) e dezenas de outras famosas.

4. Rasario

Nascida na Abecásia, Rasida Lakoba queria ser arquiteta, mas depois da escola seus pais a enviaram para estudar economia em Moscou.

Após a formatura, em 2012, ela montou seu próprio estúdio, que logo ganhou seguidores entre as celebridades russas e, depois de um desfile na Paris Fashion Week 2016, passou à fama mundial.

“Esta é a moda da noite em seu sentido moderno: o nosso corte é altamente complexo, mas lacônico, e devido a isso os produtos não parecem clássicos. Sempre seguimos nosso DNA: beleza estética, feminilidade e sensualidade com uma interpretação elegante ”, diz Rasida sobre sua marca.

Seus vestidos sofisticados, vestidos de lantejoulas, tecidos enrugados e ombros abertos são usados por Jennifer Lopez, Heidi Klum, Katy Perry e Ariana Grande.

5. Walk of shame

O estilista Andrei Artyomov, de Ufá, lançou sua própria marca de roupas em 2011.

Antes disso, Artyomov trabalhou como editor de moda para a versão russa da revista L'Officiel e como estilista em desfiles de moda russos. Seus primeiros desfiles contaram com a presença exclusiva de amigos do meio socialite, alguns dos quais compraram suas criações e as divulgaram. Logo, uma multidão moscovita vestia as roupas de Artyomov. Em seguida, estrelas estrangeiras a seguiram.

Walk of Shame é popular principalmente no Japão, mas Rihanna, Katy Perry e a atriz Elle Fanning também estão entre as estrelas de Hollywood que vestem a marca.

6. German Kabirski

German Kabirski, do Daguestão, fabrica anéis, pulseiras e brincos com pedras brutas, totalmente fora do padrão, desde 2016.

Seu sonho de infância era se tornar artista, mas uma lesão na mão na juventude o impediu de desenhar. Todos os seus designs são fundidos diretamente em metal ou cera, e ele cita Wassily Kandinsky como uma de suas principais inspirações.

“Adoro encontrar beleza na feiura, surrealismo na mundanidade, sonhos na realidade. Eu não separo nada disso”, diz German.

O trabalho do artista é usado por Selena Gomez, Kylie Jenner, Lady Gaga e Nikki Minaj.

7. Alena Akhmadullina

Esta marca russa foi fundada pela estilista em 2001. Todas as suas coleções são baseadas em vestidos inspirados em contos de fadas russos e estrangeiros, entre eles Mukha Tsokotukha, O Quebra-Nozes, Tsarevich Ivan, o Pássaro de Fogo, o Lobo Cinzento etc.

“Em 2006, incumbimos uma das principais agências de marketing do mundo de moldar o DNA da marca. Eles pesquisaram, fizeram enquetes sobre seus artistas, livros e filmes favoritos. Como resultado, sugeriram usar contos de fadas russos como inspiração e esquecer imagens da cultura soviética, por estarem associadas ao mercado de massa. O conceito correspondeu totalmente aos meus ideais”, disse Akhmadulina em uma entrevista ao jornal russo Vedomosti.

Ainda em 2005, Alena apresentou sua coleção em Paris, cheia de estampas abstratas. A partir de então, ela desenhou figurinos para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Vancouver de 2010, figurinos para o show “Joel” do Cirque du Soleil, em 2015, e uma coleção de roupas para a boneca Barbie.

As roupas de Akhmadullina são usadas pela filha de Mick Jagger, Georgia May, pela atriz Jessica Williams, por Naomi Campbell, Eva Green e Patricia Kaas.

8. Gosha Rubchinsky

Moletons com inscrições em cirílico, camisas xadrez largas estilo Burberry e tops de manga comprida com um sabor eslavo tornaram este ex-cabeleireiro moscovita mundialmente famoso.

Antes de alcançar a fama, Gosha trabalhou como figurinista no filme “Playing the Victim”, do diretor russo Kirill Serebrennikov, depois criou imagens de skatistas para o filme “Indigo”, de Roman Prigunov.

Em 2008, ele apresentou sua primeira coleção de roupas na Sokolniki Arena, em Moscou. Os modelos eram seus amigos, skatistas, descolados e pessoas comuns: todos com a cabeça raspada, como se tivessem acabado de sair de uma rave dos anos 1990.

Justin Bieber

O desfile atraiu a atenção da imprensa estrangeira e a marca de Gosha entrou para a Comme des Garçons, tornando-se a única marca russa da família.

Rubchinsky colaborou com a Burberry e a Adidas e dedicou parte de sua coleção à Copa do Mundo 2018 na Rússia. Naquele ano, ele fechou a marca Gosha Rubchinsky e fundou uma nova com o nome de “Rassvet ne za gorami”, desenhando não apenas roupas, mas também arte para skate.

Não são apenas os skatistas que usam suas criações, porém: entre os fãs mais famosos da marca estão Justin Bieber, Rita Ora, Ryan Gosling, Rihanna, Kanye West e muitos outros.

LEIA TAMBÉM: O que há por trás do lendário chapéu russo ‘uchánka’?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies