Equipe olímpica russa ganha mascotes próprios

Comitê Olímpico Russo
Rússia está, no entanto, proibida de utilizar nome do país, bem como bandeira e hino nacionais durante o torneio.

O Comitê Olímpico Russo (ROC, na sigla em inglês) apresentou dois mascotes para a delegação russa que irá representar o país nas Olimpíadas de Tóquio: o urso Nevalyashka e o gato Shapka. No tuíte do anúncio, o ROC também publicou uma imagem dos mascotes:

“O urso é um cara divertido e companheiro que não perde a oportunidade de fazer piadas. O gato é bastante sério e justo. Às vezes pode, é claro, brincar, mas sempre de forma amigável. Eles são diferentes, cada um tem seu próprio caráter e opinião sobre tudo o que acontece ao seu redor”, descreveu o comitê em outra publicação. O gato parece um misto de animais russos, como lince, gato-de-Pallas e leopardo-das-neves.

O estúdio de design Artemi Lébedev apresentou os mascotes pela primeira vez em 2019. 

Banida dos Jogos Olímpicos sob acusações de doping, a Rússia se viu obrigada a rebatizar a equipe que irá representar o país nas Olimpíadas de Tóquio. 

Com aprovação do Comitê Olímpico Internacional (COI), a delegação russa será identificada apenas como ROC. O país, porém, está proibido de utilizar a bandeira e o hino nacionais.

Este nome também será usado nos Jogos Olímpicos de Beijing em 2022.

VEJA TAMBÉM: 10 fatos sobre os ÚNICOS Jogos Olímpicos da URSS na história

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies