Como a Rússia obteve seu código telefônico 007

Martin Campbell/Metro-Goldwyn-Mayer; Columbia Pictures; EON Productions, 2006
Por que o país tem o mesmo código do James Bond? História remete ao longínquo passado soviético, mas não tem nada a ver com o famoso espião.

Como muitas coisas na Rússia moderna, seu código de telefone é um legado da URSS.

Em 1960, a União Internacional de Telecomunicações (UIT), uma agência das Nações Unidas, estabeleceu uma rede de códigos telefônicos. Naquele momento, o número 1 foi atribuído para os EUA e Canadá, 2 para a África, 3 e 4 para a Europa, 5 América Central e Latina e assim por diante. A União Soviética foi o único país a obter um número exclusivo: 7.

World map of the country calling codes ---

Depois da dissolução da URSS, a Rússia “herdou” muitas coisas do antigo regime (assim como muitos problemas). E foi a Rússia que manteve o código telefônico 7 na década de 1990, compartilhando-o com a também ex-república soviética do Cazaquistão. Outros Estados da ex-URSS receberam o número 3 europeu ou o 9 da Ásia Central e Central.

Mais tarde, os países parcialmente reconhecidos da Abecásia e da Ossétia do Sul juntaram-se ao número 7 russo (antes utilizavam o número 9 pertencente à Geórgia).

Se uma pessoa quiser ligar do exterior para a Rússia, é necessário discar 007 (ou +7) e, em seguida, o número do celular. Se o objetivo for ligar para um telefone fixo, é preciso então discar 007 e, em seguida, o código da região específica da Rússia (por exemplo, 495, 498 ou 499 no caso Moscou), e só depois disso inserir o número fixo.

Portanto, o número ficará assim: +7 ABC xxx-xx-xx, onde ABC é o código regional (todos os números e o procedimento detalhado de chamada estão disponíveis no site da UIT).

Curiosamente, dentro da Rússia, as pessoas usam o prefixo 8 e discam sem 00 ou + no início, além do mesmo sistema de discagem do código regional e do número específico.

Na União Soviética, entretanto, 07 costumava ser um código curto para solicitar uma chamada de longa distância. Na época, uma operadora respondia e transferia a chamada. 

Curiosidade: o poeta e compositor Vladímir Vissótski chegou até a escrever uma música chamada ‘07’. Em suas frequentes viagens ao redor do país, ele costumava ligar para casa em Moscou de regiões distantes, de modo que discar 07 e falar com as operadoras já fazia parte de sua rotina diária.

LEIA TAMBÉM: Como falar com o Kremlin pelo telefone?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies