Costa da ilha russa de Sacalina surge coberta de arenques do Pacífico, antes à beira de extinção

Acontecimento trouxe esperanças de recuperação da espécie. 

Uma grande quantidade de arenques do Pacífico nadaram até a costa da ilha russa de Sacalina, no extremo oriente, surpreendendo os moradores locais. A notícia foi anunciada pelo chefe da Guarda Ambiental de Sacalina, Dmítri Lisicin, em seu Instagram. 

Segundo ele, esse fenômeno pode ser visto como um sinal notório da recuperação da espécie, que antes estava em extinção. A desova apenas começou.

O arenque do Pacífico é comum ao longo da costa asiática da Península Coreana até a foz do rio Lena, no leste siberiano, e ao longo da costa dos Estados Unidos. 

Algum tempo atrás, a espécie estava em sério perigo de extinção por motivos inexplicáveis. Uma das suposições dos ambientalistas russos era de que a poluição do mar com produtos químicos de plataformas de petróleo próximas estaria dizimando os peixes.

LEIA TAMBÉM: Raridades urbanas: 6 animais ameaçados de extinção que vivem nas grandes cidades da Rússia

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies