Bem-vindo a Rublevka, o metro quadrado mais caro da Rússia (FOTOS)

Reuters
Casarões suntuosos, shoppings de luxo, mas quase vazios, e restaurantes finos próximos a cabanas de madeira – eis o lugar que os ricos da Rússia chamam de lar.

“O famoso Rublevka, um bairro de elite de Moscou, onde restaurantes locais servem a Lista Vermelha [de Espécies Ameaçadas de Extinção] em vez de um menu.” Assim foi descrito o bairro mais caro da capital em um programa de comédia popular na TV russa, “Nacha Rússia” (Nossa Rússia). Na série de esquetes, os sem-teto Sifon e Boroda viviam encontrando bolsas Gucci e passagens aéreas para o Egito em latas de lixo de Rublevka e alimentavam gatos de rua com caviar vermelho descartado.

Villa Barvikha, área de lazer na biblioteca

Rublevka é um grupo de bairros residenciais de elite (Barvikha, Razdori, Jukovka, Usovka, Górki) localizadas a 10 km a oeste de Moscou. Ali vivem políticos, oligarcas, generais, celebridades e até mesmo alguns funcionários da Igreja Ortodoxa Russa. Rublevka é um nome não oficial – de modo que você jamais o encontrará em mapa algum. No entanto, graças a jornalistas, corretores de imóveis e escritores de esquetes cômicos, a palavra foi absorvida no vocabulário.

À primeira vista, a maioria das cidades é apenas uma via estreita entre cercas altas e muros, atrás dos quais reside um luxo incalculável.

Nos últimos anos, entretanto, Rublevka perdeu parte de seu antigo apelo, e há uma grande oferta de imóveis à venda. Em novembro passado, mais de mil vilas e chalés de luxo estavam listadas em sites de anúncios classificados. A mais cara delas custa 17 bilhões de rublos (US$ 224 milhões). Algumas parecem espaçonaves...

Casa projetada por Zaha Hadid

Outras se assemelham a uma versão espalhafatosa da casa da Barbie. 

A maioria dá um novo significado à palavra kitsch: camas douradas, cortinas de leopardo no banheiro e cadeiras banhadas a ouro.

Em cada uma dessas vilas, é possível encontrar várias salas de estar com lareira e quartos, além de saunas, cinemas, salas de bilhar, adegas de vinho e assim por diante – sem contar os jardins, com piscinas e estábulos, do tamanho de um parque.

Oficiais e oligarcas se deslocam diariamente para Moscou a trabalho, enquanto suas mulheres costumam passar o dia em casa ou ir ao Barvikha Luxury Village, um complexo que combina shopping center, restaurantes, hotel, spa e sala de concertos.

“Ela [sala de concertos] é o centro desta vila de luxo, o único local em Rublevka que parece um lugar para pessoas que se respeitam, não uma cooperativa de datcha onde cada casa se transformou em um castelo”, escreveu o crítico de arquitetura Grigóri Revzin sobre o espaço.

A sala de concertos já recebeu apresentações de Elton John, Tom Jones e Erykah Badu, entre outros artistas internacionais. Com o passar dos anos, o repertório se tornou mais “pró-russo” – com a apresentação de peças, comediantes e rappers locais.

Elton John antes de apresentação no Barvikha Luxury Village

Existem muitos restaurantes em Rublevka, mas poucos são realmente bons.

Segundo o portal Proekt Media, o mais família deles é o Veterok, onde bilionários são vistos com esposas e filhos para comer khatchapuri gourmet e relaxar no terraço.

Outro restaurante renomado, Tsarskaya Okhota, é um dos locais favoritos dos oficiais do governo. O interior lembra uma tradicional cabana russa – os pratos são preparados em um forno antigo, e as paredes de madeira são decoradas com moedas, cortinas de tecido ornamentadas e retratos de tsares russos.

Um ponto de encontro mais moderno, que oferece pizza, sushi e culinária uzbeque, é o Veranda at the Dacha. O local é frequentado por celebridades e clientela jovem.

No entanto, a rodovia Rublevo-Uspenskoe também é lar de pessoas ‘comuns’. No vilarejo Górki-10, por exemplo, existem vários blocos de apartamentos residenciais.

O centro de serviços do governo da pequena vila de Uspenskoe está localizado em uma casa de madeira comum. A dois minutos a pé fica a igreja local da Assunção da Virgem Maria – modesta, porém bem cuidada.

Igreja da Assunção da Virgem Maria na aldeia de Uspenskoe
Centro de serviços estatais na vila de Uspenski, Rublevka

A menos de 10 km da igreja fica também a residência do atual presidente russo Vladimir Putin, em Novo-Ogariovo.

Residência estatal de Novo-Ogarevo

Dali a alguns quilômetros há outro local de culto, a Igreja do Salvador, bem como várias áreas residenciais muito mais pobres e a estação ferroviária de Usovo – todas que mais lembram a vida no resto da Rússia, para além de Rublevka.

Igreja do Salvador
Estação de trem Usovo

LEIA TAMBÉM: Transiberiana a bordo de trem retrô luxuoso sai a partir de US$ 15.000 – mas vale cada centavo

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies