Banco do Brics aumentará empréstimos para Rússia até o final de 2021

BRICS Russia 2020 (CC BY 4.0) 8
Parte significativa dos fundos será destinada ao combate contra a pandemia do coronavírus.

O Novo Banco de Desenvolvimento do Brics (NBD) planeja aumentar o valor total de empréstimos para a Rússia de US$ 3,3 bilhões para US$ 5 bilhões até o final de 2021, segundo o vice-presidente do banco, Vladímir Kazbekov.

"Estamos expandindo ativamente o segmento russo da carteira do Novo Banco de Desenvolvimento. Em apenas cinco anos de trabalho do NBD, foram aprovados 13 projetos de investimento na Rússia no valor de 3,3 bilhões de dólares. Planejamos aumentar esse montante para algo entre US$ 4,5 e US$ 5 bilhões até o final de 2021", disse Kazbekov.

Segundo ele, os objetos de infraestrutura e as telecomunicações são as áreas mais promissoras para o financiamento.

"Estamos estudando a possibilidade de investir em programas de proteção ambiental de grandes indústrias. Eles incluem a modernização das instalações de produção para reduzir as emissões poluentes, a construção de instalações de tratamento etc. Estamos em contato com algumas das principais instituições financeiras russas em termos de implementação de projetos conjuntos", disse o vice-presidente do NBD.

Segundo ele, no próximo ano, o NBD vê como prioridade a expansão de sua linha de produtos e prestará atenção especial ao financiamento de projetos sem participação do Estado.

O Centro Regional Eurasiano do Banco, que começou a funcionar no início de novembro, ajudará na construção da carteira privada do NBD.

"Uma das principais funções do Centro Regional da Eurásia será apoiar os potenciais mutuários russos na preparação de propostas de projetos", disse Kazbekov.

Dinheiro contra covid

Além de investir em projetos de infraestrutura, o NBD continuará a financiar o combate contra a pandemia do coronavírus. Na última quarta-feira, a Rússia solicitou ao NBD um empréstimo no valor de US$ 1 bilhão para lutar contra o coronavírus, segundo Kazbekov.

"Já começamos a preparação desse empréstimo. Caso necessário, poderemos considerar a possibilidade de injetar o segundo bilhão na Rússia para financiar medidas de restauração do crescimento econômico", disse.

Em abril de 2020, os países Brics decidiram criar um fundo especial de US$ 10 bilhões para financiar os gastos orçamentários no combate contra a pandemia do coronavírus e medidas para estimular as economias.

LEIA TAMBÉM: Rússia ultrapassa 2 milhões de casos de coronavírus e bate novos recordes diários

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies