Visto eletrônico para visitar Rússia por 16 dias é aprovado pelo Parlamento

Getty Images
Medida entrará em vigor em 1º de janeiro de 2021.

A Duma de Estado (câmara baixa do Parlamento russo) aprovou, durante a leitura final na última terça (21), a lei que antecede a introdução de um visto universal para estadias de 16 dias na Rússia. Medida entrará em vigor em 1º de janeiro de 2021.

O novo visto constituirá uma categoria à parte poderá ser utilizado para visitas turísticas, de negócios ou familiares; também para participação em eventos econômicos, sociopolíticos, científicos, culturais ou esportivos.

O documento eletrônico valerá por um período de 60 dias a partir da data de requerimento e permitirá uma única entrada na Federação Russa para permanência não superior a 16 dias. A tramitação da solicitação no levará mais de quatro dias.

O governo russo definiu a lista de países cujos cidadãos poderão se beneficiar da medida, segundo critérios definidos no documento.

Por enquanto, o viso eletrônico se aplica exclusivamente a visitas ao Distrito Federal de Extremo Oriente e à região de Kaliningrado, bem como a São Petersburgo e região de Leningrado, e não prevê o deslocamento entre os territórios em questão.

Cabe lembrar que turistas brasileiros não necessitam de visto para entrar no país desde que a viagem não exceda 90 dias.

LEIA TAMBÉM: Quanto custa viajar para Moscou e São Petersburgo? Saiba em R$

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies