Aos 100 anos, mulher russa vence o coronavírus e recebe alta no dia do aniversário

Pixabay
Pelagueia Poiarkova se tornou a pessoa mais velha a se recuperar da covid-19 na Rússia.

Nesta semana, a Rússia se tornou o segundo país com mais casos de infecção por coronavírus. Em tempos difíceis, porém, há notícias que dão esperança. Uma delas é certamente o episódio de centenária russa que conseguiu se recuperar da covid-19.

Pelagueia Poiarkova estava em tratamento no hospital quando sua colega de quarto testou positivo para coronavírus, segundo a Agência Federal de Medicina Biológica.

A idosa, também infectada, entrou em tratamento intensivo no hospital onde já estava.

Os cuidados permitiram que a moscovita, cujo marido morreu durante a Segunda Guerra Mundial e agora mora com a filha e o genro, deixasse a clínica na quarta passada (13), data em que completou 100 anos.

Ao se recuperar da doença, Pelagueia se tornou a pessoa mais velha a sobreviver ao coronavírus na Rússia.

O país registrou até o momento 262.843 casos de infecção pelo novo coronavírus, com um total de 2.418 mortes. Desde o início da pandemia, mais de 5,98 milhões de exames foram realizados e 58.226 pessoas já se recuperam da covid-19.

LEIA TAMBÉM: Calor não mata coronavírus e pode facilitar sua disseminação, diz cientista russo

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies