Moscou dispõe de 22.000 leitos hospitalares para pacientes com covid-19

Novo hospital para pacientes com covid-19 nos arredores de Moscou

Novo hospital para pacientes com covid-19 nos arredores de Moscou

Reuters
Rússia confirma quase 70.000 casos de coronavírus.

As autoridades de Moscou planejam a disponibilização de 22.000 leitos hospitalares para pacientes com coronavírus até o final da semana, disse a vice-prefeita Anastassia Rakova em entrevista ao Canal Um nesta sexta (24).

“O número de pessoas hospitalizadas com pneumonia continua crescendo. Na semana passada, cerca de 1.300 a 1.400 pacientes foram internados em hospitais diariamente e agora a média diária chega a 1.900. Isso significa que precisamos de mais leitos hospitalares, teremos cerca de 22.000 leitos até o final da semana”, disse Rakova.

Além disso, mais de 40% do serviço de saúde de Moscou foi reconfigurado para combater a infecção por coronavírus.

“Todo mundo trabalha em plena capacidade: médicos, enfermeiros e equipe de apoio. Todos são verdadeiros heróis dos dias de hoje. Mais de 40% dos serviços de saúde de Moscou estão envolvidos nesse esforço. Todos os demais médicos também enfrentam o risco constante de atender pessoas potencialmente infectadas”, completou Rakova.

Até o momento, foram registrados 68.622 casos de coronavírus na Rússia, sendo 5.568 pacientes recuperados e 615 mortes em todo o país. Moscou continua sendo a cidade responsável por metade dos casos identificados.

LEIA TAMBÉM: Rússia desenvolve veículo off-road com sistema de ventilação pulmonar mecânica

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies