Festival siberiano terá cinema de gelo a 35 graus negativos (com direito a coberta térmica!)

Bai Xueqi/Global Look Press
Estrutura será construída para o Festival Internacional de Curtas-Metragens e terá capacidade para 300 lugares. Dentre os recordes que deve bater, está o de “projeção mais fria da história”!

Cedendo a todo estereótipo, o Festival Internacional de Curtas-Metragens “Meters” anunciou ao jornal russo Rossiskaya Gazeta que construirá um cinema de gelo em Iakútsk, no nordeste da Sibéria.

O evento ocorrerá em fevereiro de 2020, na geladíssima cidade de Iakútia, e trará esta estrutura temporário com capacidade para 300 pessoas. O insólito cinema de gelo deve bater diversos recordes, entre eles o da sala com o maior número de espectadores a uma temperatura abaixo de 35 graus Celsius negativos e o de “projeção de filme mais fria da história”.

Mesmo que a ideia dependa, parcialmente, das condições climáticas há todas as chances para o novo recorde, já que, no inverno, a temperatura média da cidade construída sobre o permafrost gira entre 40 e 50 graus Celsius negativos.

Para evitar que o público congele, cobertores térmicos e chá serão distribuídos e ônibus aquecidos estarão à disposição. Os serviços de socorro também estarão nas proximidades.

Durante o festival, serão exibidos filmes produzidos na Rússia, Bielorrússia, Ucrânia, Croácia e França.

LEIA TAMBÉM: Por que diabos existem pessoas morando na Sibéria?!

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies