Pastor de renas, um tipo em extinção

Animais são muito resistentes e podem andar por lugares onde um cavalo quebraria as pernas - literalmente! É por isso que eles servem como principal meio de transporte do povo coriaco, na Sibéria oriental.

Os coriacos são frequentemente confundidos com os tchuktchi: ambos os povos vivem em regiões limítrofes na Sibéria Oriental, suas culturas são fortemente interligadas e eles têm raízes históricas comuns.

Os coriacos são fundamentalmente pastores de renas, caçadores e pescadores que vivem de forma autossuficiente. Eles raramente praticaram a agricultura, pois as condições naturais são desfavoráveis para tal.

Os coriacos vivem em iúrtes, espécies de tendas feitas de grandes pedaços de feltro colocados sobre estruturas de madeira trançada. A decoração interior de suas moradias é semelhante à das habitações dos povos vizinhos.

Como outros habitantes da tundra montanhosa, os coriacos constroem as chamadas “iarangas”, ou seja, cabanas em formato de cone parecidas com as tendas (ou "tchums") do povo Even. No inverno, essas habitações são cobertas com peles para seja mantenham aquecidas, enquanto no verão são cobertas com madeira de bétula e cascas de árvores.

Mas cada vez menos famílias seguem os velhos modos de vida. O povo segue os passos de suas renas. No inverno, os coriacos preferem viver mais perto de assentamentos menos populosos. Durante o verão, eles partem para terras de pastoreio nas montanhas.

Os alimentos principais dos coriacos são o leite e a carne de rena.

As renas são animais muito resistentes e podem andar por lugares onde um cavalo quebraria as pernas - literalmente! É por isso que elas servem como principal meio de transporte dos coriacos.

Mas tudo indica que em breve essas tribos itinerantes desaparecerão por completo. Os últimos nativos estão se extinguindo ou passando a viver de forma sedentária.

O sistema de crença dos coriacos está ligado predominantemente a cultos de caça ancestrais e tribais. A religião oficial é o xamanismo.

Os xamãs são respeitados entre os coriacos. Até hoje, eles continuam a realizar muitas cerimônias domésticas, sem as quais seria difícil conceber a vida dos coriacos.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies