Curte blockbuster histórico? Então não perca estes 7 lançamentos russos

Tem filme de ação de guerra ao estilo Tarantino, suspense gótico, cinebiografia de Michelangelo e até dois dramas sobre futebol na Rússia.

A nona (Девятая), 2019

Um serial killer mata oito jovens nas ruas escuras de São Petersburgo do século 19. O oficial Rostov, com o auxílio da vidente inglesa Olivia Reed, tenta impedir esse “Jack, o Estripador” russo de continuar cometendo crimes. Para Olivia, é uma questão de vida ou morte, pois ela sente que poderia se tornar a nona vítima.

“São Petersburgo, na segunda metade do século 19, era um universo paralelo”, diz o diretor do filme, Nikolai Khomeriki. “A principal tarefa durante as filmagens era mostrar o misticismo que pairava na cidade. Cada take tinha que ter algum elemento místico, e nosso operador de câmera cumpriu perfeitamente a tarefa. ”

“A Nona” é uma excelente oportunidade de viajar pela cidade há mais de um século e seguir os protagonistas por lugares maravilhosos – e também assustadores.

Rjev (Ржев), 2019

Não passa um ano na Rússia sem o lançamento de um filme dedicado aos acontecimentos da Grande Guerra Patriótica contra a Alemanha nazista. Em 2019, foi “Rjev”, que arrasta os telespectadores para a batalha mais difícil e exaustiva do conflito no inverno de 1942, conhecida hoje como “Moedor de Carne de Rjev”

Uma unidade do Exército Vermelho havia sofrido grandes perdas, mas, apesar disso, se vê obrigada a manter a vila de Ovsiannikovo a todo custo, até que os reforços cheguem. Em menor número, essa batalha poderia muito bem ser a última para eles...

“Rjev” foi avaliado pela crítica como “filme de guerra extremamente honesto”.

Fantasma Vermelho (Красный призрак), 2019

Com a queda da União Soviética, aquela época dos filmes grandiosos da Segunda Guerra Mundial, com cenas de batalha de tirar o fôlego, também chegou ao fim. Os filmes de guerra russos contemporâneos não carregam a mesma carga trágica de antes. Em vez disso, assemelham-se a melodramas, como “Stalingrado”, ou contos de fadas no estilo ‘World of Tanks’, como “T-34”. Mas, ao criar “Fantasma Vermelho”, os criadores parecem ter se inspirado em “Bastardos Inglórios”, de Tarantino.

Durante a Batalha de Moscou, as tropas alemãs ficavam aterrorizadas pelo mítico soldado do Exército Vermelho conhecido como o “Fantasma Vermelho”. Essa figura meio humana, meio fantasma poderia aparecer do nada, aniquilar uma unidade inimiga inteira e desaparecer sem deixar rasto...

Um garoto russo (Мальчик русский), 2019

Ao contrário da Segunda Guerra Mundial, a Primeira Guerra Mundial não é um tema particularmente popular no cinema russo. O país não gosta de se lembrar desse conflito, que terminou vergonhosamente para o Império Russo. O longa de estreia do diretor Aleksandr Zolotukhin, porém, é uma exceção a essa regra não escrita.

“Um garoto russo” é a história de um garoto que fica cego em sua primeira batalha, devido a uma explosão de gás. Essa tragédia, porém, permitiu que seus outros sentidos ficassem mais apurados – tanto é que o garoto é designado para “ouvir” os céus e alertar as tropas sobre a aproximação de ataques aéreos.

“Nossa missão não era restaurar precisamente os acontecimentos históricos. Enfatizamos a criação de uma imagem da Primeira Guerra Mundial. Mostrar às pessoas: pensamentos, sentimentos, preocupações. Ainda assim, essas pessoas tiveram que passar por revoluções, guerras e catástrofes do trágico século 20”, diz.

Pecado (Грех), 2019

Este longa russo-italiano, de Andrêi Kontchalovski, conta a história de Michelangelo Buonarroti. O artista se vê arrastado para o caos de intrigas ferozes entre duas famílias poderosas – Medici e della Rovere –, que competem pelo famoso escultor e pintor. Além dos conflitos internos, Michelangelo tem que superar seus próprios demônios.

Em julho passado, o presidente russo Vladimir Putin deu de presente ao papa Francisco um DVD do filme, qualificando Konchalovski como “um dos diretores russos mais famosos e talentosos”.

Liga Selvagem (Дикая Лига), 2019

Baseado em fatos reais (assim alegam os criadores), “Liga Selvagem” retrata a história do nascimento do futebol na Rússia. Segundo o produtor-geral Igor Dobrovolski, o filme foi inspirado na Copa do Mundo de 2018 na Rússia, quando os jogadores de futebol russos “não apenas demonstraram jogadas perfeitas, mas trouxeram heroicamente o futebol de volta para a Rússia”.

O longa se passa no Império Russo, no início do século 20, quando o rebocador de barcaças Varlam organiza o primeiro time popular no país. Na época, porém, o futebol é considerado um jogo aristocrático e não é fácil entrar nesse mundo de elite.

Além do amado pelos russos Adrian Paul (“Highlander”), o elenco do filme conta com os astros da seleção russa Artiom Dziuba, Anton Mirantchuk e Roman Zobnin.

Lev Yashin, goleiro dos meus sonhos (Лев Яшин. Вратарь моей мечты), 2019

Outro filme com temática de futebol, lançado também este ano, é dedicado ao maior Lev Yashin, que foi o único goleiro da história a ganhar o prestigioso Bola de Ouro.

O longa em si teve uma fase de produção turbulenta. Demorou quase 10 anos para ser concluído. As datas das filmagens foram constantemente adiadas, o roteiro foi reescrito mais de uma vez, e o financiamento era sempre escasso. Até o presidente Vladimir Putin e o governo russo intervieram, na esperança de tentar acelerar a produção. A data de lançamento de “Lev Yashin” acabou perdendo, assim, o timing da Copa do Mundo de 2018 na Rússia e o 90º aniversário do goleiro, em 22 de outubro de 2019. O filme chegou às telonas na Rússia apenas no final de novembro.

LEIA TAMBÉM: Quais filmes foram proibidos na Rússia?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies