Putin comentou discurso de Greta Tunberg na ONU

Reuters
Para presidente russo, usar crianças e adolescentes, mesmo que com objetivos nobres, é inconcebível.

A estudante Greta Tunberg deixou de ir à escola no ano passado para ir ao Parlamento sueco para exigir maiores esforços do governo na luta contra as mudanças do clima. Sua iniciativa transformou-se em um movimento mundial de paralisação às sextas-feiras pelo clima, o “FridaysForFuture”.

De acordo com o IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas), a humanidade precisa diminuir consideravelmente as emissões de CO2 para evitar um aquecimento superior a 1,5 graus Celsius.

Até agora, porém, apenas 12 países se comprometeram com a tarefa. Tunberg também se apresentou na Conferência do Clima da ONU.

“Acredito que Greta seja uma boa menina e muito sincera, mas os adultos deveriam fazer de tudo para não levar crianças e adolescentes a situações extremas, deveriam protegê-los de emoções excessivas que podem estragar sua individualidade”, disse Putin na sessão plenária da Semana Energética da Rússia.

Segundo ele, é impossível não apoiar, em geral, as ideias ligadas ao desenvolvimento de fontes de energia renováveis.  “Eu digo agora em minha apresentação como fazemos isto na Rússia: nós não apenas assinamos e cumprimos com o processo de implementação do Acordo de Paris, mas também, dentro do nosso país, tomamos diversos passos para limitar desperdícios, para desenvolver fontes alternativas, e fazemos isto inclusive por meio de instrumentos de regulamentação  de impostos, criando preferências para o desenvolvimento de fontes alternativas, extraindo gás de hidratos de carbono mais limpos”, disse Putin.

Depois disto, Greta Tunberg mudou sua descrição no Twitter para: “boazinha, mas má informada”.

LEIA TAMBÉM: Mudanças climáticas estão provocando ‘holocausto’ de aves no Ártico, dizem pesquisadores

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies