Siberianos vão à praia para curtir…dunas de GELO! Veja fotos

Na Iakútia, a região mais fria da Rússia, os moradores costumam pegar uma corzinha em praias de gelo permanente.

Quem nunca sonhou em se enfiar na geladeira geleira em um dia escaldante de verão? Bem, para os moradores de Iakútia, não é muito difícil: basta ir até a geleira Buluus, que fica a 100 km de Iakutsk, a capital da república russa.

Buluus significa “geleira” em iacuto. Trata-se de uma fonte de água subterrânea que se transforma em gelo de água doce acima do solo. Essa geleira nunca derrete – nem no verão.

“É tão legal sentar no gelo durante o calor, pelo menos por alguns segundos”, brincam os turistas nas redes sociais.

No verão, é possível desfrutar de paisagens lindíssimas. Imagine só: termômetros marcando 30°C (na Iakútia, o verão é geralmente curto, mas pode ser bem quente), gramado verde, floresta de pinheiros – e uma gigantesca geleira.

No calor, as camadas superiores da Buluus podem derreter um pouco, formando túneis sinuosos através da geleira.

O local atrai um grande número de turistas no ano todo: patinadores de gelo, esquiadores e snowboarders no inverno – mochileiros e aventureiros no verão. Além, é claro, dos obcecados por selfies e Instagrammers.  

Mesmo quando esquenta bastante na Iakútia, a temperatura na superfície da geleira nunca se sobe acima de 6°C positivos.

Mas os locais não têm medo de frio: no inverno, as temperaturas podem chegar a 70°C negativos. As pessoas costumam brincar que, nesse período do ano, é mais quente sentar na uma geladeira do que andar na rua.

VEJA TAMBÉM: Fotos revelam fixação de soviéticos por férias na praia (mesmo urbana) 

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies