Os 10 experimentos com carros mais malucos feitos por blogueiros na Sibéria

Garage 54
Os especialistas do “Garaj 54”, em Novossibírsk, consertam para-choques com miojo e fazem modelos “Oka” (uma espécie de Uno russo) voar. Tudo para se divertir – e também conquistar “likes” na rede.

Você certamente sempre quis saber quais as maiores “russices” possíveis de se fazer em carros: colocar vodca no lugar da gasolina, talvez, ou transformá-los em enormes churrasqueiras? Então, não se aflija! O Russia Beyond selecionou as experiências mais improváveis dos criadores do canal “Garaj 54” no YouTube e Instagram:

1. 10 horas dando voltas em círculos

As experiências com carros feitas por estes blogueiros são, em geral, doidas. Certa vez, eles tinham 10 horas livres e resolveram passar o tempo dando voltas em círculos em um espaço coberto de neve.

O projeto “Garaj 54” surgiu em fevereiro de 2016, quando Aleksandr Lukiânov e Vladislav Barachenkov, naturais de Novossibírsk, gravaram um vídeo consertando carros e conquistaram mais de 200.000 visualizações!

Foi assim que eles decidiram lançar um canal de carros. Hoje, o canal “Garaj 54” (o número é o código veicular dos carros em Novossibírsk) tem 2,5 milhões de espectadores inscritos e 10 pessoas na equipe de produção.

2. O que acontece quando se coloca Coca Cola na bateria do carro?

Para realizar seus experimentos, os blogueiros compram pela internet principalmente carros russos: o Jiguli e Oka são os mais populares. Segundo Aleksandr, esses modelos suportam qualquer coisa.

Por exemplo, um carro dá a partida se, ao invés de eletrólito, colocarmos na bateria algo... mais forte? O veículo dá a partida muito bem com vodca, mas não curte muito vinho e Coca-Cola. Mas, afinal de contas, estamos falando de um carro russo, então é algo meio óbvio.

3. Zaporêjets flutuante

Os primeiros vídeos do “Garaj 54” foram rodados na garagem privada de Vladisláv, mas agora eles estão construindo seu próprio local para produzir os vídeos. Alguns experimentos, porém, são filmados na natureza. Este aqui, por exemplo, seria impossível de outro modo: transformar um antigo carro soviético Zaporôjets (grafado também como Zaparozec algumas vezes) em um barco a motor e ir pescar. Parece fácil, né?

  1. Plantação de carro

Os blogueiros resolveram descobrir o que acontece se você enterrar um carro e, depois de um ano, desenterrá-lo novamente. Desta maneira, eles sacrificaram três veículos: um Jiguli, um Audi e um Toyota.

"Depois disso, a gente queria levar os carros para o ferro velho. Lavamos dois deles imediatamente, mas levamos o terceiro com um carro de reboque e depois buscamos por muito tempo um lava-rápido que topasse lavá-lo", conta Aleksandr. No final das contas, eles encontraram.

5. Martelinho de ouro de para-choque com miojo

Dá para consertar um para-choque de carro com miojo? Foi isso mesmo que você leu: miojo! Duas marcas de miojo populares na Rússia e um para-choque amassado foram utilizados ​​neste experimento. O saquinho de tempero ficou de fora.

6. Encher o pneu de Coca Cola

Imagine que você estivesse na terrível situação de ter um pneu um pouco murcho e não tivesse uma bomba para enchê-lo. Simples: arrume uma Coca Cola e pé na estrada. Não acredita? Aqui está a prova!

7. Dois quilômetros de fita adesiva no lugar de pneu

A fita adesiva pode substituir um pneu? A pergunta é esquisita, mas os mecânicos do “Garaj 54” testaram isso também. Você só precisa de dois quilômetros de fita adesiva para dirigir seu carro despreocupado.

8. Carros ‘siameses’ soldados

Lembra do desenho animado CatDog, da Nickelodeon? É basicamente o mesmo neste caso, mas usando o modelo "Vosmiôrka", da marca Lada. Dois veículos foram divididos ao meio com um cortador de disco e, depois, soldados. Ficou bonito, mas restou uma questão: como os motoristas decidirão para onde ir?

9. Troncos no lugar das rodas

Para que rodas quando se tem troncos resistentes? Foi esta a ideia dos blogueiros ao fazer este experimento, no qual simplesmente cortaram os troncos do tamanho certo.

  1. ‘Oka’ voador

Até um carro “Oka” pode voar, pensaram os blogueiros, que mandaram o veículo para o céu com a ajuda de um balão de ar quente. Mas piloto teve que pagar por isso – literalmente! "Acontece que todo balão de ar quente tem uma placa e o piloto que levou o ‘Oka’ para os céus foi rapidamente encontrado e recebeu umas sete multas", conta Aleksandr.

LEIA TAMBÉM: Para dirigir a 50 graus Celsius negativos, russos chegam até ‘vestir’ carros

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies