Cenas gays de filme sobre Elton John são cortadas na Rússia, e público se manifesta nas redes

Legion Media
Maioria dos usuários de internet se mostrou contra a decisão do distribuidor. O cantor britânico Elton John também foi ao Twitter criticar edição.

A estreia do longa “Rocketman”, que conta a história de como Elton John se tornou Elton John, causou rebuliço na Rússia no dia de sua estreia – não pelo que foi exibido no filme, mas justamente pelo que não foi mostrado.  

O filme foi lançado no país sem cenas de intimidade gay ou referências ao uso de drogas, impedindo os espectadores de ver, por exemplo, o primeiro beijo entre os intérpretes de Elton John e do letrista Bernie Taupin. Também foi cortada da edição russa uma cena em que os dois homens estão totalmente nus na cama.

Nem mesmo os créditos que encerram o longa escaparam. A frase “Você está condenado a viver sozinho” ecoa a ideia original de como o cantor encontrou – e agora está criando dois filhos com – o seu verdadeiro amor. Em vez disso, a “tradução” russa afirma que John está sóbrio há 28 anos e faz obras de caridade.

LEIA TAMBÉM: Quais filmes foram proibidos na Rússia? 

Segundo o distribuidor do filme na Rússia, o Central Partnership, os cortes foram feitos por questões jurídicas. “O filme foi editado para adequá-lo à legislação russa”, disse um porta-voz à agência de notícias TASS.

Embora a lei russa realmente proíba a promoção de relações sexuais não tradicionais entre menores, a versão original “Rocketman” não viola a regra, já que a classificação “18+” do filme significa que as crianças não podem vê-lo nos cinemas.

O Ministério da Cultura da Rússia, que muitos consideram responsável pela censura do filme, emitiu uma nota negando qualquer envolvimento no caso. De acordo com as autoridades, as cenas foram “decisão unicamente da empresa de distribuição”.

Nesse interim, os usuários de internet russos entraram na polêmica:

1. Na versão russa do “Rocketman”, Elton John encontra uma esposa e se junta ao [partido governista] Rússia Unida.

2. Quão inseguro em relação a sua própria orientação [sexual] você deve ser para cortar cenas de Elton John beijando outro homem?

3. O distribuidor de filmes cortou as palavras de Elton John no ‘Rocketman’ sobre como ele encontrou o amor, porque a descoberta do amor de Elton John não estava de acordo com a legislação russa.

4. Como sempre, o governo está exaltando um filme do qual não gosta ao cortar todos os trechos mais interessantes. Muito bem, essa psicologia reversa tornará os jovens muito mais positivos em relação às pessoas LGBT. Seus retardados ... negando o que sempre existiu e sempre existirá. #LGBT

5. Os homossexuais têm mais direitos na Rússia do que em ‘Rocketman’.

6. O que tá rolando? Os censores russos cortaram cenas obscenas da cinebiografia ‘Rocketman’? Grande coisa. Você pode assistir a elas aqui! Não precisa agradecer.

7. Não é bom quando o Estado decide o que os cidadãos podem e não podem ver nos filmes. Parece que as pessoas não são capazes de apreciar o valor artístico se os detalhes “supérfluos” não forem removidos. E para o diabo com isso, se as cenas são fundamentais para entender o que conduz o personagem principal.

8. O próprio cantor condenou a censura russa do filme:

“...que o distribuidor local achou necessário cortar certas cenas, negando ao público a oportunidade de ver filme como pretendido é uma triste reflexão do mundo dividido onde vivemos e como ainda pode ser tão cruel não aceitar o amor entre duas pessoas.”

A rede de salas de cinema Pioneer, na Rússia, pretende exibir o filme sem censura e já enviou uma proposta ao distribuidor.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies