Itália ultrapassa Espanha e conquista o terceiro lugar entre os destinos favoritos dos russos

Darren Flinders/Flickr
Mais de 40.000 cidadãos do país eslavo estiveram em solo italiano somente nos primeiros meses de 2019. Números foram apresentados na feira de turismo MITT Moscou.

Somente nos dois primeiros meses de 2019, cerca de 44.000russos, sobretudo de Moscou e São Petersburgo, estiveram na Itália.

No total, foram registradas um total de 804 mil viagens em 2018, o que representa um incremento de 19% em relação ao ano anterior; entre 2015 e 2018, o aumento foi ainda mais expressivo, chegando a 67%.

Esses números que colocam os italianos em terceiro lugar, atrás apenas de Turquia e Tailândia, entre os destinos favoritos dos turistas russos, superando a Espanha (780 mil em 2018).

Os russos, considerados “grandes gastadores” e amantes de compras, escolheram serviços de hotel em 80,6% dos casos; 45% deles procuram luxo extra.

Cabe lembrar que a Itália esteve em peso na MITT Moscou, a maior feira dedicada ao mercado turístico no país, com um estande de 800 m², entre 12 a 14 de março.

O objetivo do evento foi “interceptar as rotas de luxo”, segundo o presidente da Agência Nacional de Turismo da Itália, Giorgio Palmucci. “E analisar as tendências e atitudes dos viajantes de alto nível, tentando imaginar perspectivas futuras também com base no impacto que o desenvolvimento tecnológico pode ter sobre o segmento”, acrescenta Palmucci.

LEIA TAMBÉM: 7 hábitos estrangeiros que podem ser vistos como falta de educação na Rússia 

Segundo Palmucci, o tráfego aéreo está aumentando, de norte a sul da Itália, para reduzir as distâncias entre o país e a Rússia.

Entre os eventos programados para a MITT, ocorreram a apresentação da Orquestra Sinfônica Siciliana e uma mostra fotográfica assinada por Massimo Sestini.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies