Em meio a baixas temperaturas, rio Ienissei se transforma em estrada de gelo; veja fotos

Ilya Naymushin/Reuters
Apesar de fim do inverno, camada espessa de gelo na superfície permite a circulação de carros.

Durante o inverno, as temperaturas em algumas regiões da Rússia caem tanto que os rios e lagos congelam, formando uma grossa camada de gelo na superfície capaz de suportar vários carros.

LEIA TAMBÉM: Para dirigir a 50 graus Celsius negativos, russos chegam até ‘vestir’ carros 

No início de março, a agência Reuters registrou alguns carros que cruzavam o rio siberiano Ienissei, o mais longo da Rússia, e um dos maiores da Ásia e do mundo, tanto em termos de extensão quanto em dimensão da bacia hidrográfica.

Autoridades rodoviárias na região de Krasnoiarsk, a 3.300 km a leste de Moscou, controlam os pontos de travessia para evitar acidentes; mas os motoristas circulam igualmente nessas extensões congeladas.

O Ienissei, considerado a linha de fronteira entre a Sibéria Ocidental e Oriental, flui em direção ao mar de Kara e nascido na terra dos xamãs – a República de Tuva.

Uma das melhores vistas do rio é a partir da cidade de Krasnoiarsk.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies