Médicos e advogados são os profissionais com maior prestígio na Rússia, revela pesquisa

Legion Media
Centro Nacional de Estudos de Opinião Pública (VTsIOM, na sigla em russo) publicou os resultados de um estudo sobre as carreiras mais estimadas no país.

A profissão de médico é considerada a de maior prestígio na Rússia, segundo os resultados de uma pesquisa realizada pelo VTsIOM. Dentre os respondentes, 26% dos russos compartilham tal opinião, contra 12% registrados em 2012.

A profissão docente foi citada por 10% dos entrevistados, logo atrás dos advogados (14%) e dos profissionais de tecnologia da informação (12%). Mencionados por 11% dos respondentes, os operários também estão entre os grupos mais populares.

Além disso, um em cada dez russos destacou a importância do trabalho dos militares, superando as profissões de economista e engenheiro (9 e 8%, respectivamente).

No entanto, do ponto de vista de renda, os advogados foram citados em primeiro lugar, com 15% das opiniões expressas a seu favor, seguidos pela carreira na política (13%), e médicos e funcionários do setor petrolífero (12%).

De acordo com os autores do estudo, é interessante notar que mais de um quarto dos russos (28%) afirmam ter escolhido sua profissão seguindo suas paixões e interesses, enquanto outros 23% admitem que as circunstâncias tiveram papel importante; além disso, 16% escolheram sua atividade profissional por questões de prestígio, e 12%, pela expectativa de remuneração. Um em cada dez russos tomou ainda sua decisão com base em tradições familiares e nas necessidades do mercado de trabalho.

A pesquisa foi realizada em 22 de outubro e envolveu 1.600 russos com mais de 8 anos de idade. A margem de erro estatístico não excede 2,5 pontos percentuais.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies