7 objetos tão grandes que foram chamados de TSAR

De canhões e armas nucleares a panquecas.
  1. Canhão do Tsar

O Canhão do Tsar foi produzido no século 15 e, durante séculos, foi o maior do mundo – até que o morteiro de Mallet, de fabricação britânica, o superou em 1857.

No entanto, não foi projetado para causar estragos, mas para simbolizar o poder militar da Rússia. Hoje, está em exposição no coração do Kremlin de Moscou.

  1. Lanterna do Tsar

Projetado no início do século 17, o design da Lanterna do Tsar, com dois metros de altura, é baseado na Catedral da Natividade de Suzdal. É tão pesado que, no passado, eram necessários oito homens para carregá-lo durante procissões sagradas.

  1. Sino do Tsar

Infelizmente, ninguém nunca ouviu esse gigante sino tocar. Com seis metros de altura, o Sino do Tsar foi feito por ordem da imperatriz Anna Ioannovna em 1730 para glorificar seu governo.

Assim como o Canhão do Tsar, está exposto no Kremlin de Moscou, embora fragmentado – após um incêndio.

  1. Banheira do Tsar

Essa banheira de granito tem dois metros de altura e cinco metros de diâmetro. Projetado no início do século 19, jamais foi usado (ninguém sabe por quê). Hoje em dia, é possível vê-lo no semidestruído Palácio Babolovo, perto de São Petersburgo.

  1. Tanque do Tsar

O Tanque do Tsar, também conhecido como Mamute, estava prestes a se tornar uma superarma russa na Primeira Guerra Mundial, mas acabou falhando.

LEIA TAMBÉM As melhores piadas russas sobre os tsares 

Suas rodas gigantes podiam esmagar árvores como palitos de fósforo, mas ficavam facilmente atoladas na lama. Por esse motivo, o gigante de guerra foi largado apodrecendo na floresta e depois desmantelado, virando sucata, em 1923.

  1. Bomba do Tsar

A mais poderosa arma nuclear já criada, AN602, ou Bomba do Tsar, foi desenvolvida para um único propósito – mostrar aos EUA que a União Soviética era capaz de criar uma terrível arma de destruição em massa.

Durante testes em um arquipélago no Oceano Ártico, uma nuvem de cogumelo de 95 km subiu em direção aos céus. Edifícios em um raio de centenas de quilômetros foram destruídos ou fortemente comprometidos. A explosão foi sentida até mesmo em assentamentos a 1000 km do epicentro. No entanto, apenas um desses monstros foi produzido.

  1. Panqueca do Tsar

Há uma antiga tradição na Rússia de preparar panquecas durante a festa folclórica de Maslenitsa, que marca o fim do inverno e o início da primavera.

Pensando nisso, os cidadãos da cidade siberiana de Ialutorovsk decidiram inserir seu nome nos livros de recordes ao fabricarem a maior panqueca da história. Desde então, tentam repetir a façanha todos os anos, mas algo sempre dá errado: a panqueca quebra ou desmancha.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies