Moscou inaugura o maior hotel-cápsula da Europa

Serguéi Savostiánov/TASS
Estabelecimento fica ao lado da estação Pavelétskaia e possui 96 espaços para dormir. Embora seja o maior do continente europeu, hotel é pequeno se comparado ao Green Plaza Shinjuku, de Tóquio, o maior do mundo, com 600 cápsulas.

Com design futurista, o recém-inaugurado hotel-cápsula Qube, em Moscou, conta com áreas de recreação, coworking e uma cozinha coletiva. Nas cápsulas individuais, há iluminação pessoal, tomadas, prateleiras e um espelho.

A diária para uma pessoa se hospedar no Qube é de 990 rublos (R$ 58), ou 800 rublos (R$ 47) para quem optar por reservá-lo por um mês inteiro.

O hotel oferece diversos serviços sem custo adicional, como acesso à internet, impressora, fotocopiadora, roupa de cama, chinelos e artigos de higiene pessoal. Também estão disponível serviços de lavanderia a partir de 100 rublos (R$ 5,85).

Em todos os andares, há banheiros com cabines separadas.

Hotéis-cápsulas de luxo

O primeiro hotel-cápsula de Moscou, chamado Sleepbox, abriu as portas em 2013, perto da estação Belorússkaia. Um dos andares, entretanto, dispõe de quartos padrão e inclui ainda uma opção de luxo para até quatro pessoas.

Nas dependências do aeroporto de Sheremetyevo, também na capital russa, há outro hotel-cápsula, o Vozdushni Express. No entanto, segundo a própria administração do estabelecimento, os quartos lembram mais cabines de um cruzeiro do que cápsulas.

Veja também como escolher um hotel em Moscou que se adeque melhor às suas necessidades

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies