Com diárias de R$ 35 a R$ 18.000, cidades-sede da Copa oferecem hospedagem para todos os bolsos

Confira opções em seis cidades que receberão jogos. Mas atenção também para os espertinhos que tentam tirar vantagem do torneio cobrando valores superfaturados.

Moscou

O apartamento mais caro para aluguel na capital russa durante a Copa do Mundo da Fifa de 2018 custa cerca de US$ 5.000 (300 mil rublos) por dia. Tem três quartos, interior luxuoso e vista panorâmica, mas está relativamente longe do preço. Além do mais, é preciso desembolsar outros US$ 8.100 (500 mil rublos) para o depósito.

O bairro empresarial de arranha-céus conhecido como Moscow City oferece opções mais razoáveis para os torcedores. A diária em apartamentos de dois e três quartos na região custam US$ 2.400 (150 mil rublos) e US$ 1.500 (90 mil rublos). Boa localização e vista impressionante da cidade são dois pontos positivos.

Os apartamentos mais baratos saem a partir de US$ 25 por noite e estão localizados nos mais bairros mais afastados ou cidadezinhas próximas. Alguns têm banheiros ao ar livre; outros, sofás e camas meio estranhas.

São Petersburgo

O design aristocrático do apartamento mais caro de São Petersburgo impressiona. É luxuoso, e o proprietário dará um desconto de 25% no preço para quem quiser alugar durante toda a Copa. A diária, porém, sai US$ 2.400 (150 mil rublos).

Há outras opções baratas, que custam cerca de US$ 16 (mil rublos). Alguns não têm nem móveis, mas outros parecem bem decentes pelo valor. 

Sochi

Uma cobertura com vista para o mar Negro custa US$ 1.000 (60 mil rublos) por noite. Tem salas de estar luxuosas e um terraço com vista magnífica.

Entre as opção mais modestas estão apartamentos pequenos, mas aconchegantes, da época soviética. A diária do da foto custa apenas US$ 10 (600 rublos), mas há várias outras opções para quem estiver disposto a pagar um preço um pouco mais alto. 

Kazan

Fica perto da Arena Kazan, que sediará jogos do Mundial na Rússia, mas parece bastante modesto se comparado às opções em outras cidades. O apartamento mais caro na cidade custa US$ 1.600 (100 mil) por dia, e o proprietário se disponibiliza a providenciar um motorista particular se o hóspede tiver interesse.

As opções mais baratas na região não são muito convenientes, mas podem quebrar um galho por algumas noites para quem quiser economizar. Aqui estão alguns exemplos de apartamentos cujas diárias saem por US$ 13 (800 rublos).

Iekaterinburgo

O interior deste apartamento de três cômodos é luxuoso: a decoração dos vasos sanitários merece atenção especial. Para aluga-lo, é preciso desembolsar US$ 2.700 (165 mil rublos) por dia.

Porém, também há alternativas mais econômicas para o torcedor que estiver com orçamento reduzido – com diária de US$ 13 (800 rublos). 

Saransk

Há também quem pense que a Copa do Mundo é uma boa oportunidade de lucrar às custas de torcedores estrangeiros ingênuos. Esses apartamentos comuns custam atualmente entre US$ 1.600 e US$ 1.800 (100 mil a 110 mil rublos) por dia.

O curioso é que, em termos de qualidade em Saransk, não há muita diferença entre um apartamento com diária de US $ 1.800 ou um de US$ 13.

Vai para a Rússia, mas por um período maior? Pois então veja como vencer na busca por um apartamento em Moscou.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies