Grupo de bombeiros voluntários combate incêndios e outras urgências em Moscou

PSO SpasRezerv
Quando o corpo oficial de bombeiros não dá conta, essa equipe de heróis não remunerados entra em ação para atender os chamados.

Existe uma forma de dedicar sua vida a ser um socorrista ou paramédico, mas também viver o dia a dia dentro de um escritório comum – juntando-se a um esquadrão social de busca e resgate.

Um desses grupos, chamado SpasRezerv, foi formado pelos russos Iúri Ivanov e Elena Chalimova como um serviço de apoio aos corpos de bombeiro e resgate da cidade de Moscou durante catástrofes em grande escala.

Para integrar a equipe do SpasRezerv, é preciso assistir a três meses de cursos gratuitos após o trabalho e receber validação oficial do Ministério para Situações de Emergência russo. O teste consiste em cinco exames de teoria e prática, que incluem manuseio de equipamentos especializados, prova de conhecimentos de primeiros-socorros e reanimação cardiorrespiratória e um exame físico, com corrida e natação.

Ao entrar no esquadrão social, os membros escolhem um turno de 24 horas conveniente. Esse esquema permite que 200 pessoas ajudem em caso de necessidade sem quebrar sua rotina habitual. Cada membro deve estar disponível uma ou duas vezes ao mês e pronto para atender o chamado a qualquer hora do dia ou da noite.

Na maioria das vezes, a equipe recebe chamados para salvar animais, abrir portas trancadas, ajudar idosos e deficientes. Mas às vezes a situação é mais perigosa.

Ponto de ebulição

Certo dia, a equipe de resgate recebeu uma ligação do Centro de Gerenciamento de Crise para investigar uma área em busca de possíveis focos de inundação, devido à ruptura da tubulação de água quente. Ao chegaram lá, descobriram que a água havia se espalhado em torno de uma grande área, e as pessoas ficaram ilhadas em pontos mais altos.

Os carros não conseguiam passar pela névoa espessa devido à baixa visibilidade. Os voluntários sob o comando do supervisor do turno, Mikhael Nesterenko, guiaram os carros e transportaram os feridos. Um deles, Evguêni Lavrentiev, estava fazendo a checagem final quando, de repente, uma parte do solo cedeu e o arrastou para um poço de água quente. Ele rapidamente saiu do buraco, mas sofreu queimaduras na perna e no braço. Ao tirar as botas quentes, parte da pele ficou no calçado. Evguêni recuperou-se das queimaduras, recebeu uma medalha e continua ajudando as pessoas. 

Tempestade em uma garrafa

Durante uma tempestade, árvores caíram e bloquearam as vias em algumas partes de Moscou. Normalmente, não é tarefa dos bombeiros voluntários atender esse tipo de situação – até que a vida de alguém esteja em perigo.

Às 5 da manhã, uma das ambulâncias não conseguiu chegar a um prédio por causa de uma árvore caída. Os socorristas começaram a cortar a árvore, causando muito barulho no bairro. Um dos moradores ficou tão furioso por causa do barulho que saiu para jogar líquido inflamável (tipo coquetel Molotov) no carro da equipe de resgate.

Serguêi Mikhailov, o supervisor do turno, teve só alguns segundos preciosos para chegar ao homem e tirar o objeto de suas mãos. A garrafa já estava queimando, e a manga do uniforme de Serguêi ficou em chamas. Ele imediatamente tirou a jaqueta e apagou o fogo. O morador irritado acabou sendo detido por policiais.

Bravura ardente

Em outra ocasião, as equipes de resgate receberam uma ligação de emergência do Centro de Gerenciamento de Crise com um incêndio que ameaçava a vida de várias pessoas. Como o esquadrão de bombeiros mais próximo estava ocupado, os bombeiros do SpasRezerv chegaram ao local primeiro. Uma fumaça preta e grossa saía de um apartamento no 7º andar. Das janelas vizinhas, as pessoas pediam ajuda.

Com três bombeiros profissionais e sem tempo para esperar pela chegada de outros esquadrões, os voluntários começaram a evacuar as pessoas. Ao subirem perto do sexto andar, eles se depararam com uma fumaça extremamente espessa, mas colocaram aparelhos de respiração e continuaram a procurar pessoas presas no prédio em chamas.

Depois de entrar no apartamento à direita do foco de incêndio, as equipes de resgate vasculharam a área por pessoas feridas. Quando estavam prestes a deixar o local, uma mulher foi encontrada escondida em um grande guarda-roupa. Ela foi ligada ao aparelho de respiração e transferida para uma ambulância. A equipe de resgate, junto com os bombeiros, continuou a checar e evacuar os moradores de andares superiores.

Recentemente, bombeiros “ressuscitaram” gato congelado em Volgogrado. Leia mais.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies